Ir para o conteúdo

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Notícias

Barretense paga mais que contribuintes de cidades do mesmo porte para manutenção da Câmara

Cada barretense contribuiu com R$ 98,61 para manter a Câmara Municipal em funcionamento no ano passado. O valor é maior que o despendido por moradores de Catanduva (R$ 70,32) e de Sertãozinho (R$ 88,29). Os dados foram divulgados ontem pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) e são relativos ao ano passado. O valor per capta local é maior também que a média do estado – R$ 85,81.
O ‘Mapa das Câmaras’ do TCE aponta que o Legislativo barretense em 2020 teve um gasto para custeio e com pagamento de servidores de R$ 12,11milhões, dividido entre uma população de 122.833 habitantes, enquanto a despesa da Câmara de Ribeirão Preto foi de R$ 46,99 milhões, dividida entre os 711.825 moradores, e a de São José do Rio Preto foi de R$ 23,17 milhões, bancados pelos 464.983 habitantes.
Os valores dedicados para que o Poder Legislativo possa atender uma população estimada em 33.964.101 habitantes em todo o estado atinge uma média per capita de R$ 85,81.
Os números fazem parte de levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP), com base em gastos empregados no custeio e no pagamento de pessoal no exercício de 2020.

Compartilhe: