Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

Você lê os rótulos dos alimentos que compra?

Olá!
Já sabemos que os alimentos com alto índice de açúcar adicionado, gordura saturada e sódio estão associados ao aumento de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, hipertensão e obesidade. Por isso, a OPAS (Organização Panamericana de Saúde) e outras autoridades vêm defendendo a mudança nos rótulos. No Brasil, desde o dia 9 de Outubro, as embalagens da maioria dos alimentos estão de cara nova.
Como fica o novo rótulo:

– Lupa na frente: o rótulo terá uma lupa, na parte frontal, quando a quantidade de açúcar, gordura saturada e sódio for superior à recomendada pela Anvisa.

– Nova coluna: a tabela nutricional terá mais informações e passa a ser obrigatória a declaração do valor nutricional por porções de 100 ml ou 100 gramas. Deve ser em letras pretas e fundo branco e legível. Não poderá ser dividida ou ficar em áreas encobertas. Também deverá mostrar o número de porções por embalagem.

– De olho no açúcar: Além da quantidade de açucares totais, a tabela terá de mostrar a quantidade de açúcar adicionado, que é aquele que não faz parte da matéria prima do alimento.
Essa mudança é extremamente importante, pois muitos produtos são vendidos como saudáveis, mas levam uma densa carga de aditivos danosos.
A exceção são as bebidas não alcoólicas com embalagem retornável, produtos artesanais, alimentos fabricados por agricultor ou empreendedor familiar rural e agroindústria de pequeno porte.
Mas será que com essas mudanças, o brasileiro vai mesmo comer menos açúcar, sódio e gordura? A ideia é muito mais ajudar em escolhas conscientes. Não só os hábitos alimentares podem mudar, mas também o comportamento dos fabricantes.
Portanto, para a prevenção de doenças, a alimentação mais saudável sempre foi a melhor opção. Leia os rótulos e procure escolher os mais naturais.
Um ótimo domingo e até o próximo!

 

 

Daniele Rezek
Cardiologista
CRM 145.887
RQE 64.850

Compartilhe: