Ir para o conteúdo

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

Artigos

Você conhece as vantagens de contratar um atirador?

Os Tiros de Guerra (TG) são Órgão de Formação da reserva (ORF), que possibilitam a prestação do Serviço Militar Inicial, no município sede do TG, dos convocados não incorporados em Organizações Militares da Ativa (OMA), de molde a entender à instrução militar, conciliando o trabalho e o estudo do cidadão, tendo em vista o seu horário de 06h as 08h da manhã, que não interfere no inicio da maioria das jornadas de trabalho.
Atualmente existem 233 (duzentos e trinta e três) Tiros de Guerra distribuídos por todo território nacional. A Região Sudeste conta com 76(setenta e seis) Tiros de Guerra, que representa 32,6% dos TGs existentes no Brasil. Mas que de forma estratégica do Exército, a maior concentração de TGs no Estado de São Paulo deve-se a alguns fatores: poder econômico do município, densidade demográfica e vontade politica do Município. O Tiro de Guerra de Barretos-SP, foi criado em Abril de 1917, já tendo sido lotado em três sedes (na Rua 22, na Rua 18 c/ Frade Monte e atualmente esta sediado na Av 27, no bairro Cristiano de Carvalho). Durante estes quase 104 (cento e quatro) anos, o Tiro de Guerra de Barretos formou mais de 10,000 reservistas, Seu Diretor atual é a Prefeita Municipal Sra Paula Lemos, sendo apoiada por um Chefe de Instrução o Subtenente Faber Pestana Fonseca e por um Instrutor o Subtenente André Cardoso da Silva, ambos, Subtenente da linha combatente do Exército, nomeados pelo Comandante do Exército Brasileiro, este ano de 2021 o Tiro de Guerra de Barretos esta a previsto funcionar com 100 (Cem) atiradores matriculados.
Estes jovens ao serem matriculados no TG recebem a denominação histórica de “ATIRADORES” e prestarão o Serviço Militar obrigatório, só que diferente das Organizações Militares do Exército, que necessita da dedicação exclusiva do militar, nos Tiros de Guerra, a formação do Atirador são divididas ao longo de 40 (quarenta) semanas, com 12 (doze) horas semanais de instrução, distribuídas, de segunda a sábado, das 06h as 08h. Neste período, os Atiradores serão submetidos ao regime disciplinar do Exército e terão noções de Responsabilidade, Espirito de Equipe, Solidariedade, Cooperação, Camaradagem, Honestidade, entre outras. Após o término do ano de instrução e seu licenciamento, irão compor a força de reserva de 2ª categoria, apta a realizar tarefas nos quadros de Defesa territorial, Garantia da Lei e da Ordem (GLO), Defesa Civil e Ação comunitária, além da formação no aspecto militar, o TG também tem a função de despertar no individuo valores de Civismo, Patriotismo e Cidadania, bem como resgatar seu verdadeiro papel na sociedade, contribuindo decisivamente para a formação de lideres-civis.
Dados mostram que os Tiros de Guerra (TG) são uma experiência bem sucedida entre o Exército e a Sociedade Brasileira, representados pelo poder publico municipal e pelos milhares de cidadãos brasileiros que ingressam nas fileiras do Exército anualmente. Esta parceria, mais que vantajosa para os três entes (Exército, Poder Executivo Municipal e Cidadão), tem se mostrado, ao longo de décadas, um instrumento de educação e de civilidade nos mais distantes rincões do Território Nacional, sendo que o TG passou a ser conhecidos pela sociedade brasileira como verdadeiras “ESCOLAS DE CVISMO E CIDADANIA”. Pessoas ilustres de nossa sociedade barretense e brasileira tiveram sua origem no Tiro de Guerra.
Enfim, nossa intenção neste contexto é mostrar à sociedade barretense, que ter um Atirador no quadro de funcionários da empresa só gera benefícios ao empregador, uma vez que esses profissionais são extremamente responsáveis, pontuais e exercem com rigor e dinamismo as atividades que lhes são propostas, sendo plenamente possível conciliar suas atividades no TG com o trabalho e os estudos.

Subtenente Faber Pestana Fonseca – Comandante do Tiro de Guerra de Barretos

Compartilhe: