Ir para o conteúdo

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Artigos

Um olhar além

O cuidado começando ali no colo materno, o primeiro choro, os primeiros risos, e o olhar entre mãe e filho, os primeiros passos levam para diversas fases, caminho esse inicialmente para a fase escolar o cuidar consolida desde aos tempos antigos onde a educação infantil atendia as necessidades assistencialista, higiene e alimentação, permeia hoje com a função de educar logo com propósitos pedagógicos afim do desenvolvimento infantil.

Carteiras enfileiradas, momento de aprender as primeiras palavras, mas o primeiro dia de aula deixa saudades, o aperto no coração da sensação do deixar ir, a preciosidade tão bem cuidada pelo primeiro colo, parece um adeus mas se torna um até logo com o passar dos dias.

A prática percorre muito além de fundamentos teóricos, pois o dia a dia demanda atender necessidades envolvendo emoções, sentimentos, desafios, conflitos, medos e inseguranças decorrente de todo ser humano.

Primeiras formaturas, começa o desejo, do que quero ser, e o ensino médio marca a fase dos primeiros amores e namoros, aquele amanhã que não importa, nada além de sonhar firma o brilho nos olhos de escolher uma profissão.

Uma aula noturna, naquele dia no ensino superior, passado um dia cansativo de trabalho só sonhava em ser professor, mas um dia corriqueiro, os mestres animavam, as aulas eram empolgantes mas naquele dia, estava desanimada, com fardos cansados, olhar triste mas de qualquer maneira estava bem, os olhares fixos em um professor que se desdobrava tornando temas pressupostos de sonhos …

Ao término da aula me indagou sobre não ter participado da aula como antes e realmente por motivos de amizades estava triste, notável se fosse falante mas aos olhos daquele professor em uma aula comum, eu necessitava de conselhos além dos livros e apostilas.

Um olhar além do que se pode ver, olhar é diferente de ver, e o cuidado é imprescindível especial e inconfundível. Olhar …é mais que passar os olhos, a indiferença do olhar pode ser algo desastroso.

Natália Macedo

Professora

Compartilhe: