quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Artigos

Um encontro que transforma vidas

Continuamos vivendo em meio à realidade de pandemia pelo novo coronavírus e vamos também, assim, aprendendo novos hábitos de circulação, de higiene, de administração de gastos e, infelizmente, também percebemos as consequências mais severas como as vítimas fatais e aqueles que já começam a não ter condições de prover a própria alimentação.
Assim, há momentos em que pode nos vir o desespero, a angústia, a tristeza, sentimentos que nos colocam para baixo. Então, como cristãos, somos chamados a nos perguntar: Onde está a fé, a esperança, a caridade, a solução, a paciência?…
Nesses momentos, a atitude mais oportuna é buscar a resposta para essas inquietações no próprio sentido do que é o cristianismo, como bem nos lembra o Papa Francisco: “Muitas vezes ouvimos que o cristianismo não é somente uma doutrina, não é um modo de comportar-se, não é uma cultura. Sim, é tudo isso, mas mais importante, e por primeiro, é um encontro. Uma pessoa é cristã porque encontrou Jesus Cristo, deixou-se encontrar por Ele”. Diante disso, como está sendo o meu encontro com Jesus? Busco esse encontro com prioridade ou Ele é algo para quando tenho tempo? Será que esse encontro toma conta do meu coração e das minhas atitudes? Com certeza ao respondermos essas perguntas, não teremos dúvida de onde estão a fé, a esperança, a caridade, a solução, a paciência, nesse momento difícil para todos nós”.
Muitas vezes não se quer esse encontro com Jesus porque Ele transforma definitivamente a nossa vida. Ao nos encontrarmos com Ele não seremos os mesmos. Ele faz darmo-nos conta das nossas faltas e pedir perdão, oferece alimento que é para vida eterna, nos mostra o caminho, a verdade e a vida, nos ensina a repartir o pão e a nos colocarmos sempre do lado dos mais necessitados e tantas outras coisas que vamos aprendendo na medida que crescemos na intimidade da Palavra e da oração.
Vivemos também momentos conturbados na política e na sociedade em geral e temos que tomar o cuidado para não deixarmos de lado o nosso encontro com Jesus e o nosso testemunho desse encontro para sermos seguidores de ideias e posicionamentos humanos que nos colocam em contradição e divisão com irmãos e irmãs. Não tenhamos medo de rótulos que possam nos colocar por sermos cristãos e nos colocarmos a serviço de Cristo, da vida, dos irmãos e irmãs, sejamos testemunhas autênticas do encontro com Jesus Cristo.
Mais algumas oportunas palavras do Papa Francisco sobre o encontro com Jesus: “O Senhor nos acompanha porque tem vontade de encontrar-nos. Por isso dizemos que o núcleo do cristianismo é um encontro: é o encontro com Jesus. Por que você é cristão? Por que você é cristã? E muitas pessoas não sabem dizê-lo. Algumas, por tradição, mas outras não sabem dizê-lo, porque encontraram Jesus, mas não se deram conta de que era um encontro com Jesus. Jesus sempre nos busca. Sempre. E nós temos nossa inquietação. No momento que nossa inquietude encontra Jesus, aí começa a vida da graça, a vida da plenitude, a vida do caminho cristão. Que o Senhor nos dê a todos essa graça de encontrar Jesus todos os dias, de saber, de conhecer propriamente que Ele caminha conosco em todos os nossos momentos. É nosso companheiro de peregrinação”.

Matheus Flavio da Silva
Seminarista

Compartilhe: