Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

Tremor Essencial: Psicanalista explica doença sofrida pelo cantor Djavan

Quem ouve os sucessos: “Oceano”, “Flor de lis”, “Pétala”, “Meu bem querer”, “Se”, entre muitas outras canções de sucesso que embalam a MPB, talvez não tenha noção do dilema enfrentado pelo cantor Djavan ao ter que conviver com um distúrbio neurológico: Tremor Essencial.
Diagnosticado no fim de 2020, o alagoano de 74 anos, precisou fazer alterações drásticas na rotina para conseguir ter o mínimo de qualidade de vida. Mas o que vem a ser esse distúrbio?
Diferente do que muitos pensam, o Tremor Essencial (TE) não tem relação direta com a doença de Parkinson. São distúrbios do sistema nervoso que pode afetar as mãos, a cabeça, os braços, as pernas e até mesmo a voz, com oscilações involuntárias. Tarefas simples como escrever, amarrar cadarço, pentear os cabelos, pegar uma xícara ou fazer a barba, passam a ser mais complexas para quem sofre com o problema.
A rotina adequada, redução do estresse, diminuição da fadiga, temperaturas amenas e desaceleração são fundamentais para não agravar os sintomas. A perda da coordenação motora e do equilíbrio são muito frequentes, e em casos mais graves, até a perda da audição pode ocorrer.
As causas para os Tremores Essenciais ainda não são tão claras, mas se sabe que disfunções neurais do sistema nervoso são as principais causas relacionadas a uma possível neurodegeneração que pode ser genética, induzindo o tremor no circuito entre o tálamo e o córtex cerebral.
Esses não são tremores fisiológicos, mas tremores de baixa amplitude e alta frequência em repouso e durante o movimento. Estudos também sinalizam que a falta recorrente de sono pode também ser uma das causas do distúrbio.
Portanto, uma rotina diária saudável e equilibrada é muito importante para ajudar a amenizar os sintomas, uma vez que, infelizmente a doença não tem cura. Se não houver controle e acompanhamento adequado, com o passar dos anos, os sintomas se agravarão e o paciente perderá toda sua qualidade de vida. Desta forma, o recomendado é provocar uma mudança na rotina, higiene do sono, com pelo menos sete horas diárias de sono. Essa medida tem extrema relevância para auxiliar o corpo no acúmulo de energia necessária para conseguir absorver os compromissos e atividades do cotidiano, sem gerar sofrimento físico e mental.
No caso de Djavan, a disciplina e adequação da rotina da agenda de shows faz total diferença. Além disso, especialistas orientam um cardápio mais rigoroso, rico em fibras e pobre em gorduras e frituras.
O gerenciamento emocional é fundamental no controle do distúrbio, pois quanto mais ansioso, estressado, agitado, irritado, ou mesmo com fadiga muscular, o paciente se apresentar, maiores serão as intensidades dos tremores.
Ou seja, a saúde mental de quem sofre com os Tremores Essenciais precisa estar equilibrada e preservada para que a condução do processo de aceite e convívio com a doença sejam amenizados.
Portanto, após descobrir a doença, a vida de Djavan foi alterada para poupar o cantor e prolongar sua qualidade de vida, equilibrando mente e corpo. Além disso, as mudanças no estilo de vida exigem a administração de medicamentos betabloqueadores e medidas que equilibrem a rotina diária.
Visto ser, muito importante planejar o dia, para não ser assaltado pelo estresse e por situações que gerem desconforto e insegurança a ponto de aumentar a ansiedade e a sensação de descontrole do paciente.
Ou seja, a higiene do sono, pelo menos 7 horas de descanso, passou a fazer parte das atividades que, além de revigorar, produzem energia para o cantor cumprir agendas e compromissos.

 

 

Dra. Andréa Ladislau
Psicanalista

Compartilhe: