Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

Surreal

Bom dia, Barretos!
Parece que estamos vivendo num mundo surreal, onde as coisas se tornam mirabolantes e o que é verídico, deixa de o ser, conforme a vontade daquele que se intitulou imperador, dono exclusivo da verdade e que pune severamente quem se atrever a se contrapor às suas decisões. Achando-se representante de Deus, na terra, acredita que tudo pode, manda prender homens de bem, aplica-lhes pesadas multas, envolve-os em malfadados processos de fake news enquanto solta bandidos atolados até o pescoço com o crime organizado. Tempos irreais, onde o medo prevalece e pessoas de bem, muitas vezes, temendo o imponderável, se omitem. Tempos nebulosos que exige dos cidadãos de bem coragem e posicionamento para garantir o seu direito de liberdade de pensamento e ação, preparando um futuro melhor para sua geração e a dos seus filhos e netos. A hora da decisão é agora, e quem se omitir, amedrontar ou acovardar diante das graves decisões que estão sendo impostas ao povo brasileiro, se envergonhará amanhã tornando se escravo da nódua que maculará sua consciência de cidadão, pai, avô e principalmente filho de um DEUS que um dia sentenciou trate seu semelhante como a si mesmo. Estará condenando seu semelhante a viver num mundo escurecido pela arbitrariedade, sofrendo as injustiças, das quais pensa se livrar pelo seu silêncio. Pela sua liberdade de pensamento, pelo seu trabalho honesto, pela felicidade de sua família pelo seu patrimônio e pelo direito de deixar como herança para seus filhos, o que conquistou com o suor de seu rosto, se posicione .Parabéns aos patriotas que estão levantando a bandeira da legalidade. Amanhã poderá ser tarde e teremos nos tornado uma Venezuela da vida, uma Nicarágua, ou confirmando aquele dito popular, o Brasil será amanhã a Argentina de hoje, enterrada em dividas, inflação, desemprego e fome.
Que Deus se apiede do Brasil.
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: