sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Artigos

Diocese de Barretos promove primeira reunião ordinária virtual com os coordenadores da Pascom

Nesta terça-feira (19), o Setor Comunicação da Diocese de Barretos promove a primeira reunião ordinária de 2020 com os coordenadores paroquiais da Pastoral da Comunicação (Pascom) e os responsáveis pelas transmissões on-line das missas nas paróquias, às 20h30.
A reunião acontecerá de forma virtual por meio do Google Meet, uma plataforma gratuita em que é possível realizar videoconferências que permite a interação dos participantes, compartilhamento de telas, como slides de power point. A plataforma permite a participação de até 250 pessoas na reunião virtual.
Os representantes das paróquias já integram um grupo específico no Whatsapp e receberão, minutos antes do início da reunião, um link de acesso à sala. Para acessar é necessário ter uma conta ativa no Google, ou seja, um e-mail do Gmail no smartphone ou computador.
“Em meio a pandemia do Covid-19, a Pascom ganhou uma motivação a mais de trabalho de evangelização, agora mais intenso através do meios digitais. É ela que tem, muitas vezes, ajudado a ‘alimentar’ as demais pastorais e movimentos. É importante reestruturar a Pascom na diocese por meio dessa primeira reunião, mesmo que de forma virtual, para que haja uma troca de experiências, partilha, e um alinhamento do trabalho de acordo com a Pascom do Regional Sul 1 (Estado de São Paulo) da CNBB (Conferência Nacional dos Bispo do Brasil) e da Pascom Brasil. Precisamos retomar a identidade de Pascom Diocesana”, disse o assessor eclesiástico do Setor Comunicação, diácono Pedro Henrique Lopes.
A pauta da reunião contempla assuntos como: Apresentação do Setor Comunicação que é dividido em três dimensões e quais são as suas linhas de ação; a identidade da Pascom; o Dia Mundial das Comunicações Sociais com mensagem do Papa Francisco a ser celebrado no próximo domingo, dia 24; a Identidade Visual da Pascom e das paróquias por meio do manual que foi lançado recentemente; designer de artes para as redes sociais; as transmissões on-line das missas e demais atos litúrgicos e formativos; o uso do programa OBS nas transmissões ao vivo, dentre outros.

Compartilhe: