Ir para o conteúdo

domingo, 22 de outubro de 2017

Artigos

Sem esperar nada em troca

Atualmente temos uma moeda de troca muito forte entre nós, é o toma lá dá cá. Achamos que a prática está apenas nos conchavos políticos, mas não. A sociedade está toda impregnada dessa mentalidade de que é preciso se tirar proveito de todas as circunstâncias e de todas as nossas ações. Que triste!

Vemos desaparecer do nosso meio ações oblativas sem esperar nada em troca. Não se ensina mais a ceder o lugar aos mais velhos, a dar passagem, a oferecer ajuda a quem precise. Ações que deveriam estar em nosso dia a dia, aos poucos estão se tornando exceção. Vamos assistindo a construção de uma sociedade egoísta, medíocre e individualista.

Vai ficando a saudade de se ver num ônibus os idosos sentados, ou um jovem lhe ajudando a atravessar a rua. Vai ficando a saudade das gentilezas de segurar a porta do banco para o próximo que vai passar. Vai ficando a saudade de não depredar um banco de praça, porque algum casal irá namorar.

É preciso que voltemos a fazer pelo próximo sem esperar nada em troca, sem esperar vantagens. Precisamos voltar a enxergar o próximo como uma pessoa boa e não como um inimigo, um rival. É preciso que pequenos gestos bons voltem a fazer parte do nosso cotidiano, pois, francamente, estamos nos esquecendo quem realmente somos.

A lição para esta semana: tornarmo-nos pessoas livres, que ajudem o próximo por amor. Uma abençoada semana a todos!

Padre Thiago Freitas dos Reis

Pároco da Paróquia Bom Jesus

Compartilhe: