Ir para o conteúdo

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Artigos

Rotarianos combatem a hepatite por todo o país

A parceria do Rotary em nosso país com a ABPH (Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite) tem rendido resultados positivos no combate a essa doença silenciosa. Graças à capilaridade da nossa organização, e ao engajamento dos rotarianos, a Semana Hepatite Zero, ocorrida ano passado, ultrapassou os 110 mil testes em todos os Estados brasileiros, tendo detectado mais de 990 portadores do vírus. Esses números foram possíveis com a participação de mais de 118 Rotary Clubs que mobilizaram mais de 2.000 voluntários. Um recorde que configurou a maior testagem de hepatite C já realizada no mundo.
O trabalho em conjunto, unindo o Rotary e a ABPH nessa campanha de saúde de abrangência nacional, resultou da parceria que o diretor do Rotary International José Ubiracy Silva firmou com o presidente da ABPH, o também rotariano Humberto Silva. Segundo ele, “a hepatite precisa ser identificada o mais rápido possível e evitada quando conseguido. Com a presença da ABPH nosso trabalho será simplificado”, afirmou o diretor Ubiracy ao lançar a campanha Hepatite Zero para os rotarianos.
A hepatite é a principal causadora da maioria dos casos de cirrose, câncer de fígado e dos transplantes desse órgão. O grande perigo reside no fato de ser uma doença assintomática. Por essa razão, a ABPH tem se esforçado para fazer chegar ao maior número possível de pessoas os testes rápidos gratuitos que permitem identificar portadores por meio de uma gota de sangue.
Em Barretos, o Rotary Club realizará a campanha pelo terceiro ano consecutivo, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. Neste ano os testes serão realizados de 23 a 27 de julho no Atacadão.

Igor Sorente é jornalista e governador assistente eleito do Distrito 4480 do Rotary Internacional.

Compartilhe: