Ir para o conteúdo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Artigos

Relacionamento com Deus

Bom dia Barretos!
Atendi esta semana uma pessoa em meu consultório, que me dizia ter perdido a fé em Deus, que deixou de ir à missa e de rezar, porque foi abandonada por Deus que não atendeu seu pedido de salvar seu filho. Dizia-me que havia orado, feito promessas, e que mesmo assim Deus não o ouviu nem atendeu suas preces. Daí romper definitivamente com Ele, que foi injusto para com si. Ouvi com atenção e calado o desabafo de meu cliente e quando terminou contra argumentei que Deus é bom, é amor, é sabedoria e principalmente justo, razão pela qual pedia permissão para discordar da sua maneira de pensar. Perguntei se em sua vida, sempre fez o que seus filhos lhe pediam ou alguma vez não o fez, porque o que pedia não lhes seria bom. Se quando criança brigou com seu pai e cortou o relacionamento porque ele lhe aplicou um corretivo, lhe puxou a orelha, o deixou de castigo para que ao crescer se tornasse um homem bom e justo. Perguntei-lhe se seu relacionamento com Deus era baseado na fé ou era apenas um toma lá dá cá. Que se ele estava sendo coerente em sua atitude ou apenas deixando que a dor da perda de um filho turvasse sua maneira de ver as coisas. Será que a missão que seu filho deveria cumprir na terra não estaria concluída e que se aqui permanecesse poderia ter consequências graves no decorrer do tempo e que Ele o acolheu no momento certo. Será que a nossa visão é melhor que a visão de Deus, e que sabemos mais que Ele? Será que vamos esquecer tudo que fez por nós, e brincar de estou de mal? Entendo sua dor e seu desabafo, mas às vezes temos que ter alguém nos ajudando a analisar e compreender os acontecimentos. Deus nunca nos abandona, nem mesmo quando nos afastamos Dele. A missão de seu filho na terra foi concluída e agora começou sua trajetória espiritual. Vamos pedir que Deus o encaminhe abençoe e proteja em sua jornada, jornada com a qual todos nós um dia iremos nos deparar. Não sei se lhe mitiguei um pouco a dor, mas tenho certeza que lhe dei motivo para repensar sua atitude.
Bom dia Barretos.

Compartilhe: