Ir para o conteúdo

domingo, 30 de novembro de 2014

Artigos

RECEITA DO SUCESSO

Bom Dia Barretos. 
Tem um ditado inglês cuja tradução adaptada para o português diz: Para ser o melhor de todos, nunca, nunca, descanse; trabalhe até que o seu bom seja ainda melhor; e o seu melhor seja o máximo. Acho que mais que um ditado é uma receita que seguida à risca não tem como não desaguar no sucesso. Pena que em Barretos, tal filosofia de vida parece que não se aplica com a maioria de nossos empresários e administradores, acomodados com o que já conseguiram e, portanto não dispostos a continuarem lutando para se tornarem os melhores dentre os melhores.
Dentro dessa filosofia, aqui predomina a ânsia por feriados prolongados, a dita ponte, principalmente no serviço público, pouco importando se isso vai ou não prejudicar milhares e milhares de pessoas que precisam de tais serviços. São raríssimas as pessoas dotadas da ambição de se tornarem cada vez melhor. A acomodação chega a ser doentia. Por onde passei, sempre procurei lutar, trabalhar e estudar para ser o melhor. Pouco importa se o fui ou não, o que importa é que lutei por tal ideal. Foi assim como médico, prefeito, deputado e secretário. Claro que a busca de se tornar o melhor dentre os melhores, exige trabalho, dedicação, estudo e capacitação continuada. 
Tal gana de trabalhar e lutar para vencer os desafios, hoje não vejo na maioria dos barretenses, não só no empresariado como também no serviço público. No serviço público não visualizo a gana de implantar em Barretos uma saúde pública que seja modelo para todo o país, ou uma educação com inovações como as que ocorreram quando implantamos aqui prioritariamente o ensino fundamental com nove anos, hoje estendido a todo o território nacional. Não vejo mais lutas homéricas como foi a da implantação da 13ª. Região administrativa. Não vejo mais sonhos como o de dotar Barretos do maior e melhor estádio de rodeios do Brasil, ou de começar uma duplicação de rodovia, de trás para frente, como ocorreu com a Rodovia Faria Lima. 
Vejo a cidade acomodada, sem os arroubos de ser a melhor dentre as melhores, chegando a ponto de desprezar o funcionamento de uma UPA e aceitar passivamente ver seu aeroporto caminhar a passos largos para se tornar um simples campo de aviação. Parece que perdemos a capacidade de reagir às perdas ou de sonhar com conquistas memoráveis. Estamos nos tornando uma sociedade acomodada, feliz com o que já tem, e sem ambição de acrescentar algo mais. Parece que nossos sonhos se amesquinharam. Diante desse quadro, só posso receber, como um novo raio de luz a despontar no horizonte, a iniciativa empresarial de concluir o prédio, então um esqueleto a depor contra nossa cidade, localizado na confluência da rua 16 com a avenida 27, bem como os outros empreendimentos imobiliários que começam a florescer nessa querida terra do chão preto. 
Ninguém consegue ficar parado no tempo e no espaço, ou avançamos ou regredimos. Quem sabe esses empreendimentos não terão o condão de fazer Barretos despertar para a grandeza de seu futuro, futuro radiante que tenho certeza, DEUS lhe reservou. A receita do sucesso está no trabalho, como bem explicitou o ditado inglês, portanto arregacemos as mangas e mãos a obra.
 
BOM DIA BARRETOS.

Compartilhe: