Ir para o conteúdo

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Artigos

Quem sabe amanhã…

Quem sabe amanhã, o sol nasça mais cedo, e eu tenha um tempo para vê-lo despertar!
Quem sabe amanhã, eu não tenha medo de fazer o que me dá prazer, e sem culpas me libertar!
Quem sabe amanhã, o não se transforme em sim e eu seja feliz enfim…
Quem sabe amanhã, seja diferente e a felicidade venha de braços abertos me buscar!
Quem sabe amanhã, eu viva intensamente, sem pressa e sem receio do intenso se esgotar!
Quem sabe amanhã, eu pare um pouquinho, para a natureza apreciar!
Quem sabe amanhã eu experimente novos sabores e saberes, antes mesmo do dia clarear!!
Quem sabe amanhã, eu não deixe pra amanhã, o dia que Deus com sua infinita bondade veio me presentear!
Quem sabe amanhã, por fim descubra que só o hoje nos pertence e é nele que precisamos nossos esforços depositar!

 

 

 

Erika Borges, cronista e
escritora – autora dos
livros Crônicas e Reflexões
da Vida e Crônicas e
Reflexões na Pandemia
Mediadora de Biblioterapia

Compartilhe: