Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

“Quem não crer será condenado”

25 de abril é dia de São Marcos evangelista, por ter sido atribuído a ele a autoria do segundo evangelho que, no entanto, consta ter sido o primeiro a ser escrito. Posteriormente surgiram os de Mateus e Lucas que, certamente, utilizaram informações de Marcos. Só no final do século I da era cristã que surgiu o evangelho de João. Também é bom lembrar que escritos paulinos já havia antes do evangelho de Marcos.
Em vários escritos do Novo Testamento o nome Marcos, ou João Marcos, ou apenas João, é citado, seja nos Atos dos Apóstolos ou cartas de Paulo ou de Pedro. Aliás, também consta que Marcos conviveu com os discípulos de Cristo, que conheceu pessoalmente, bem como com Paulo, Lucas, Barnabé, dentre outros, e sobretudo com Pedro, a quem acompanhou a Roma, tendo sido seu intérprete, e por isso seu evangelho é considerado um resumo das pregações petrinas. O título desse nosso artigo é uma citação extraída do final deste evangelho, mais precisamente Mc 16,9-20, que é considerado um trecho final acrescentado posteriormente, e por isso com certeza não ser de autoria de Marcos. O versículo completo é “Quem crer e for batizado, será salvo. Quem não crer, será condenado”.
Embora haja essas opiniões e debates por parte dos estudiosos e biblistas, a respeito de autoria ou não, o essencial é que a grande maioria dos livros (Bíblia) geralmente não é de autoria de um só autor, e sempre houve neles acréscimos e inserções posteriores; mas constam das Sagradas Escrituras, são canonizados = estão na “Lista Oficial” = Cânon.
O que realmente deve-se ressaltar é que o então inédito evangelho de Marcos quis desde o seu prólogo demonstrar: o “Evangelho” é Cristo. Ele, o Filho de Deus, é o próprio Evangelho, ou seja, a “Boa Nova”, a “Boa Notícia” enviada pelo Pai para a salvação da humanidade. Ora, se Jesus Cristo instituiu o Batismo como necessário, e sempre foi enfático em seus ensinamentos da necessidade de todos os que quiserem ser salvos crerem n´Ele, concluímos que esse versículo 16 é uma verdade incontestável, ao resumir todo o conteúdo deste evangelho.
São Marcos, rogai por nós!

 

(Mc 16,16)

Compartilhe: