Ir para o conteúdo

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Artigos

Pontifícias Obras Missionárias criam aplicativo para mapear trabalho de evangelização

As Pontifícias Obras Missionárias no Brasil (POM) lançaram na semana passada um aplicativo no qual se pretende criar uma rede de missionários brasileiros a serviço em todo o mundo.
A iniciativa nasceu da prioridade apontada no Programa Missionário Nacional (2019-2023), cuja ação é: “criação de um aplicativo que facilite a interação dos missionários e missionárias e instituições que enviam missionários”.
De acordo com o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, Dom Odelir José Magri, esse é um projeto que está sendo planejado há algum tempo.
“É algo que nós consideramos muito importante ter esta informação até para dar visibilidade, para poder divulgar como estamos marcando presença, quais são as forças humanas e pessoas que estão vivendo a realidade da missão Ad Gentes, ou seja, além-fronteiras”, afirmou o bispo.
O prelado destaca ainda que o app ajudará a despertar a sensibilidade, consciência e a possibilidade de ajuda, de colaboração, de intercâmbio de oração, de recursos humanos e materiais. “Esse aplicativo chega num bom momento e vem como um reforço importante e vai ser uma riqueza para todos nós e para a vivência missionária da Igreja no Brasil”, ressalta.
Já para o diretor da POM, padre Maurício da Silva Jardim, o objetivo do aplicativo é visibilizar e interagir com a rede de missionários e missionárias que atuam em diferentes projetos dentro e fora do Brasil.
“Nesta primeira etapa, o aplicativo é destinado para missionários além-fronteiras que estão na missão ad gentes ou já regressaram da experiência de missão. Também haverá a possibilidade de, para aqueles que não estão em missão ad gentes, poderem interagir com os missionários e missionárias, podendo ser um visitante no aplicativo”, explicou.
O aplicativo, que será administrado pela POM, ainda está em sua fase de construção, com o cadastramento de missionários e missionárias que atuam em diferentes projetos dentro e fora do Brasil.
Os promotores da iniciativa acreditam que, através deste app se conseguirá saber quem são os missionários brasileiros, quantos estão realizando uma experiência de missão, quais os projetos e as instituições que enviam, e para onde enviam os missionários Ad Gentes.
Fonte: Gaudium Press

Compartilhe: