Ir para o conteúdo

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Artigos

Paróquia no Uruguai cria capela móvel para combater indiferença religiosa

Com o objetivo de combater a indiferença religiosa, uma capela móvel foi inaugurada no domingo passado (04), que circulará três vezes por semana no bairro Malvín Nuevo, em Montevidéu (Uruguai).
Padre Omar Franca, pároco da Paróquia Santa Bernadette, explicou ao Grupo ACI que foi iniciativa da comunidade levar a oração às feiras do bairro onde circulam muitas pessoas para comprar frutas e verduras e “existe um bom ambiente de interação”.
A capela móvel visa incentivar as pessoas que não frequentam a comunidade por falta de tempo ou insegurança a rezar, mas, sobretudo, visa combater “a indiferença em relação ao religioso”, disse o sacerdote.
A iniciativa surge em um país com mais de 100 anos de secularização, onde, segundo uma pesquisa realizada em fevereiro de 2019, apenas 38% se declaram católicos e onde as celebrações católicas como o Natal ou a Semana Santa foram substituídas pelo Dia da Família e pela Semana do Turismo, respectivamente.
Por isso, padre Franca disse que querem ser uma “Igreja em saída, levar a Igreja para onde estão as pessoas. Assim como há unidades móveis de cuidados intensivos médicos, que atendem doentes, a capela móvel quer levar Deus e a Igreja para onde as pessoas estão”.
O presbítero explicou que a elaboração da capela móvel durou dois meses e meio e é o resultado da colaboração de muitos doadores. Primeiro, foi preciso comprar um caminhão baú e arrumar dentro dele duas poltronas, imagens religiosas, um vitral do Sagrado Coração, uma bíblia e orações. A capela móvel tem câmeras internas para manter a segurança e tem as permissões necessárias para circular.
Na cabine do motorista, o padre dedica duas a três horas por dia para conversar ou resolver dúvidas espirituais com as pessoas e atender confissões. O sacerdote disse que também distribuem panfletos para explicar o significado da iniciativa e convidam os fiéis da paróquia a viver este momento de oração para que outros vizinhos vejam e se animem.

Compartilhe: