quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Artigos

Papa suspende visitas ad limina dos bispos do Brasil

Estão suspensas as visitas ad limina apostolorum dos bispos do Brasil ao Vaticano que estavam agendadas até outubro. É o que diz o comunicado enviado a todo o episcopado do país pelo bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Joel Portella Amado.
“A Nunciatura Apostólica recebeu comunicado da Congregação para os Bispos onde se informa que o Santo Padre, considerando o atual quadro pandêmico gerado pelo coronavírus, optou por suspender as visitas ad limina que estavam marcadas até outubro”, diz o comunicado.
Segundo Dom Joel, a Congregação para os Bispos ainda pede que os Regionais da CNBB continuem a enviar os relatórios das dioceses “nos prazos e nos formatos solicitados”.
“A Presidência da CNBB está acompanhando a triste realidade que se abateu sobre o mundo, chegando ao nosso Brasil. Une-se em oração e colaboração com os irmãos bispos nesse momento de perplexidade, mas também de confiança em Deus, solidariedade e esperança”, escreveu dom Joel.
Até o momento já realizaram as visitas ad limina os regionais Centro-Oeste (entre os dias 10 e 17 de fevereiro) e Sul 2 (17 a 27 de fevereiro) da CNBB. Com previsão para ocorrer entre os dias 21 e 30 de março, a visita do Regional Sul 3 foi a primeira a ser suspensa, ainda no início deste mês, já em decorrência das consequências do avanço do novo coronavírus na Itália.
As visitas ad limina apostolorum são peregrinações ao Vaticano realizada pelos bispos de uma determinada localidade a cada cinco anos. O nome, em latim, significa no limiar, na soleira, nos limites ou estradas das Basílicas dos Apóstolos Pedro e Paulo. Segundo a tradição, os bispos diocesanos visitam os sepulcros dos Apóstolos conservados na cidade de Roma.
O ponto alto da visita é o encontro com o papa. Os bispos também têm reuniões nos vários Dicastérios da Santa Sé. No Brasil, a visita é dividida pelos 18 regionais da Conferência Episcopal, no caso a CNBB. O regional Sul 1, com a presença de Dom Milton Kenan Júnior, faria a visita em setembro. O regional Sul 4 seria o último a realizar a visita, em outubro.
As últimas visitas ad limina dos bispos do Brasil foram em 2010. A último dos bispos do Regional Sul 1 aconteceu em 2009, com o Papa Bento XVI, enquanto a diocese era governada por Dom Edmilson Amador Caetano, atual bispo de Guarulhos.

Compartilhe: