Ir para o conteúdo

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Artigos

Os simples percebem os sinais dos tempos

Os apóstolos, inspirados pelo Espírito Santo, viviam na expectativa da vinda do Reino de Deus. Isso impulsionou a Igreja Primitiva, imprimindo-lhe força, coragem e ânimo para evangelizar com dinamismo e contínua urgência.
Eles viviam a iminência da vinda do Reino de Deus. Por isso, o Senhor pôde realizar grandes maravilhas nessa fase da Igreja. Os apóstolos não imaginavam que fossem necessários tantos séculos, nem sabiam da existência de outros continentes.
Não sabiam também que Deus teria muitos outros filhos e filhas, entre os escolhidos que têm lugar no Seu Reino. “Quando estas coisas começarem a acontecer, levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima” (Lc 21,28).
Em primeiro lugar, o Senhor vai renovar a face da Terra, pois não suporta mais ver a situação em que vivemos. E assim como Jesus entrou triunfante em Jerusalém, Ele também entrará triunfante em nossa cidade, em nosso país e estabelecer aqui o Seu Reino.
O Senhor quer que vivamos essa expectativa. Ele suscita em nosso coração o desejo de ver a Sua vinda gloriosa! Jesus subiu ao Céu e voltará à terra do mesmo modo. Deus revelou isso por meio da Sua Palavra, não há como duvidar. É preciso estar atento aos sinais.
O Senhor tem suscitado no coração dos simples a expectativa da Sua vinda e de Seu Reino, que será implantado definitivamente. São os simples que percebem os sinais dos tempos, que se abre aos sinais de Deus. A sabedoria divina se manifesta aos pobres: no Antigo Testamento, eram os “pobres de Javé”, e no Novo Testamento, “os pobres de coração”.

Monsenhor Jonas Abib
Fundador da Comunidade Canção Nova

Compartilhe: