Ir para o conteúdo

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

Artigos

Os helenistas

Já tive oportunidade de falar sobre diversas personagens dos tempos de Jesus Cristo, como os fariseus, saduceus, samaritanos, essênios etc., faltou um grupo importante para o cristianismo, os helenistas. Em Jerusalém, os judeus que tinham vivido fora da Palestina, haviam adotado certa cultura grega e tinham uma sinagoga particular, onde as Escrituras eram lidas em grego, a Septuaginta. Eram chamados de helenistas. Essa divisão foi transferida para a Igreja Primitiva. Algo bom, já que a iniciativa das missões partirá do grupo helenista.
As viúvas de origem helenista é que foram a causa de Pedro criar a diaconia (At 6,1-6). Sete diáconos, um para cada nação pagã que habitava Canaã: Escolheram Estêvão, homem cheio de fé e do Espírito Santo; Filipe, Prócoro, Nicanor, Timão, Pármenas e Nicolau, prosélito de Antioquia.
Estêvão, cheio de graça e fortaleza, fazia grandes milagres e prodígios entre o povo. Por isso foi preso. Em seu discurso de defesa, Estêvão, inicialmente, mostra a interpretação helenista da Bíblia (a versão Septuaginta e não a Hebraica), como desapego à nação, contra os sacrifícios, contra o Templo material.
Estêvão opta por uma tradição que não está na Bíblia quando coloca na Mesopotâmia e não em Harã o local que Deus aparece a Moisés, confronte os textos: (a) Respondeu ele: Irmãos e pais, escutai. O Deus da glória apareceu a nosso pai Abraão, quando estava na Mesopotâmia, antes de ir morar em Harã (At 7,2). (b) Taré tomou seu filho Abrão, seu neto Lot, filho de Arão, e Sarai, sua nora, mulher de Abrão, seu filho, e partiu com eles de Ur da Caldéia, indo para a terra de Canaã. Chegados a Harã, estabeleceram-se ali (Gn 11,31). 1 O Senhor disse a Abrão: “Deixa tua terra, tua família e a casa de teu pai e vai para a terra que eu te mostrar (Gn 12,1).
Mas não acabou aí, não! Estevão opta por outra versão da tradição, contra o que está escrito no Gênesis: (a) Seus corpos foram trasladados para Siquém, e foram postos no sepulcro que Abraão tinha comprado, a peso de dinheiro, dos filhos de Hemor, de Siquém (At 7,16). (b) Levaram-no para Canaã e enterraram-no na caverna da terra de Macpela, que Abraão tinha comprado, juntamente com a propriedade de Efrom, o hiteu, defronte de Mambré, para ter a propriedade de uma sepultura (Gn 50,13, vide ainda 23,9;25,9;49,30).
Também em Atos não corresponde ao escrito no Êxodo: (a) Mas o que maltratava seu compatriota o repeliu: Porventura queres tu matar-me, como ontem mataste o egípcio? A estas palavras, Moisés fugiu. (At 7,27-29). (b) Mas o homem respondeu-lhe: Queres matar-me como mataste o egípcio? Moisés teve medo… (Ex 2,14-15)
Tampouco o Antigo Testamento chama Moisés de redentor, é um título atribuído a Cristo (At 7,35). Estêvão ainda vê Cristo de pé: Eis que vejo, disse ele, os céus abertos e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus (At 7, 56); uma variação de Lucas: “doravante, o Filho do Homem estará sentado à direita do poder de Deus” (22,69), estaria de pé, talvez, em posição de testemunha do que esteja acontecendo com o primeiro mártir cristão.

Mario Eugenio Saturno é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano

Compartilhe: