Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

Observatório do Vaticano tem um telescópio nos Estados Unidos

O Observatório do Vaticano, um dos mais antigos observatórios astronômicos ativos, tem um telescópio no sudeste do Arizona, nos Estados Unidos. O Telescópio de Tecnologia Avançada do Vaticano (VATT) fica no Monte Graham, na cidade de Tucson, a cerca de 3 mil metros acima do nível do mar.
O VATT faz parte do Observatório Internacional Mount Graham, um complexo de exploração operado pelo Grupo de Pesquisa do Observatório do Vaticano, em colaboração com a Universidade do Arizona.
Na década de 1890, durante o papado de Leão XIII, a Santa Sé estabeleceu um observatório, mostrando ao mundo que a Igreja Católica trabalha de mãos dadas com a ciência, mas o telescópio não ficou muito tempo em Roma.
Na década de 1930, o Papa Pio XI transferiu o observatório astronômico para Castel Gandolfo, a sudeste de Roma. Algumas décadas depois, a poluição luminosa forçou o Vaticano a olhar para o Arizona, onde as condições do céu estão entre as melhores do mundo para observações astronômicas. Foi assim que o Observatório do Vaticano foi estabelecido a leste de Tucson. Em 1993, a Santa Sé já tinha seu próprio telescópio, graças à colaboração da casa de estudos e após um investimento de cerca de 4 milhões de dólares.
O telescópio de 1,8 metros completará em breve 30 anos de operação e importantes contribuições para a comunidade científica. O telescópio passará por uma atualização e será automatizado em 2024. A automatização da utilidade do telescópio da Santa Sé permitirá que vários projetos de pesquisa sejam realizados a cada noite, em vez de apenas um, expandindo sua utilidade. Fonte: ACI Digital

Compartilhe: