quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Artigos

O que os milagres nos indicam?

Compreender o milagre apenas como um fato que supera as explicações científicas, e que foge da explicação dos meios medicinais, é um erro que muito se comete nos dias atuais.
No âmbito da teologia, mais propriamente na Sagrada Escritura, podemos perceber que tudo começa com um grande milagre: a criação do mundo, das coisas e do homem. Mas não é um “criar” simplesmente. Deus desejava, desde sempre, se mostrar aos homens. Ele cria, mas não abandona sua criação. É pela admiração que Deus primeiramente se faz conhecer, se revela a cada ser humano.
Mas os milagres não param só na criação. Deus continua a cuidar dos seus a partir de uma súplica, de uma oração ou mesmo de uma constatação. Deus, vê o sofrimentos do seu povo e desce para os libertar, para os fazer habitar numa terra onde corre leite e mel (Cf Ex 3, 7-10), e faz isso através de sinais, por meio do envio de pessoas que conduzem o povo; mas faz isso também através de feitos ligados à natureza.
Mas é preciso dizer: o milagre sempre suscita a fé naqueles que o recebem, por isso possuem o sentido criador, revelador e principalmente libertador. E nesses tempos que estamos vivendo, mais que nunca, esperamos um milagre do céu, uma intervenção de Deus em favor de nós que estamos sofrendo com o Covid-19. Peçamos a Deus que ilumine a inteligência dos médicos e os dê capacidade e também muita saúde.

Diácono Pedro Henrique Lopes
Paróquia São Miguel Arcanjo – Miguelópolis

Compartilhe: