Ir para o conteúdo

terça-feira, 03 de agosto de 2021

Artigos

O que é Juro Real e como se proteger da Inflação?

Para entender o que é juro real, primeiro precisamos compreender o que é inflação e como ela corrói o poder de compra das pessoas!
A inflação é um conceito econômico que indica o aumento generalizado e contínuo dos preços, em um determinado período, de uma cesta de itens que consumimos no nosso dia a dia.
No Brasil temos alguns índices de inflação, mas o que é considerado oficial pelo governo federal é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Dessa forma, O IPCA é calculado pelo IBGE e indica a variação do custo de vida médio de famílias com renda mensal de 1 a 40 salários mínimos.
Para apurar a variação de preços o IBGE faz um levantamento mensal, em 13 áreas urbanas do País de, aproximadamente, 430 mil preços em 30 mil locais. Todos esses preços são comparados com os preços do mês anterior, resultando num único valor que reflete a variação geral de preços ao consumidor no período.
A cesta de itens que compõem o IPCA são: Alimentos e Bebidas; Habitação; Artigos de Residência; Vestuário; Transportes, Saúde e Cuidados Pessoais; Despesas Pessoais, Educação e Comunicação.
Uma vez compreendido o que é inflação, fica fácil entender o que é juro real! O juro real então nada mais é que o excesso de retorno que superou a inflação no mesmo período de análise. Ainda está confuso? Acompanhe o exemplo abaixo:
Imagine que você tenha um investimento que lhe rendeu 7,00% nos últimos 12 meses e que o IPCA, nos mesmos últimos 12 meses, tenha sido 4,56%. Dessa forma, qual seria seu rendimento real, ou seja, acima da inflação? Nesse exemplo, o juro real seria de 2,33% (não devemos apenas subtrair 7,00% – 4,56% pois trata-se de juro composto).
Imagine agora que para comprar um determinado item, há 12 meses, você precisava de R$ 1.000,00. Hoje, porém, como tivemos uma inflação de 4,56% no período, para comprar o mesmo item, você precisaria de R$ 1.045,60 e o seu dinheiro que rendeu 7,00% se transformou em R$ 1.070,00. Dessa forma, o seu ganho real (acima da inflação) foi apenas a diferença de valores entre eles, concorda?
Fazer a análise de juro real é extremamente importante para o investidor porque, caso ele não consiga, ao longo do tempo, ter uma rentabilidade nos seus investimentos que supere a inflação, ele estará perdendo poder de compra; em outras palavras, estará empobrecendo!
Essa é a triste realidade de milhões de brasileiros que por falta de acesso a informação ou por desinteresse, mantém grande parte de seus investimentos em ativos de baixo risco e com liquidez imediata como a poupança ou tesouro Selic!
A poupança nos últimos 12 meses teve um retorno nominal de 1,85% contra uma inflação de 4,56%. Isso resultou num juro real negativo de -2,59%, ou seja, sem perceber o investidor de poupança está perdendo dinheiro: um dos seus maiores temores!
Para se proteger contra a inflação basta adquirir títulos de renda fixa que paguem a inflação, de todo o período de investimento, mais uma taxa prefixada. Existem várias opções no mercado, como títulos de Tesouro Direto, de emissão bancária e de crédito privado!
Na RP Capital, escritório da XP Investimentos em Barretos, temos acesso ao mais completo portfólio de renda fixa do Brasil! Agende uma reunião e venha nos conhecer! Rua 15, nº 1501 (esquina com a rua 24). Fone (17) 99731-0123.

Lucas César da Silva, CEA Especialista em investimentos e assessor da RP Capital.

Compartilhe: