Ir para o conteúdo

terça-feira, 05 de março de 2024

Artigos

O que é desprezar a Eucaristia dominical

‘TOMAI, TODOS, E COMEI…”
Por sermos seres sociais, e ninguém consegue sobreviver sozinho desde o nascimento ao último suspiro, temos que seguir normas e leis de todos os tipos, até às injustas, infelizmente, pois corremos riscos de sermos penalizados neste convívio social. É imensurável a quantidade de mártires que temos em vários milênios, seja apenas presos, ou mesmo torturados e mortos por desobedecerem leis que consideraram injustas.
Mas há leis e normas legítimas e sábias, mesmo que não escritas – por exemplo na intimidade dos lares, para uma boa convivência familiar – e é por isso que a conclusão óbvia é que Deus, dono de tudo, de todo o universo visível e invisível, pode legitimamente estabelecer leis e normas para quem quiser desfrutar de seu Amor infinito.
E, para melhor revelar a sua Vontade, o Filho se encarnou e habitou entre nós, passando a nos ensinar tudo o que precisamos fazer para a nossa salvação eterna. No entanto, suas denúncias à hipocrisia e injustiças sociais às autoridades de seu tempo foram tão marcantes, que acabou preso, torturado e morto. Toda a sua paixão e seu sangue derramado foram aceitos pelo seu Pai e utilizados para a nossa redenção, estabelecendo uma nova Aliança com todos os seguidores de seu Filho em todos os tempos.
Ciente de que iria para a cruz, Jesus, antes de sua prisão, deu uma nova ordem que, livremente, podemos contextuar assim: Tudo bem, eu vou ser torturado cruelmente, debochado, insultado, flagelado, e condenado à morte vergonhosa numa cruz, como um manso cordeiro sacrificado. Mas a partir de agora todos deverão comer a minha carne e beber o meu sangue, se quiserem que eu os ressuscite no último dia e vivam para sempre.
Veja bem: não ir à missa ao domingo – dia do Senhor – é desprezar o sacrifício de Cristo, desprezar o “Corpo de Cristo” – Corpus Christi. É se privar do alimento mais sublime, mais sagrado, mais vital… é dar de ombros ao desejo de Jesus em fazer de você a sua morada. Que permanência maravilhosa é você entrar em Jesus e Jesus entrar em você.
Desprezar a Eucaristia é pecado gravíssimo.

 

 

(Por: Diácono Lombardi)

Compartilhe: