terça-feira, 14 de julho de 2020

Artigos

O poder das franquias em meio a pandemia

O mundo dos negócios vem assistindo um cenário bem preocupante quando se trata, principalmente, da economia. Pessoas acumulando dívidas, empresas congelando contratos, valores em caixa diminuindo e inúmeras demissões. Eu empreendo há alguns anos e nunca pensei passar por isso, mas, imagino que, para as empresas mais tradicionais e que não passaram pelas evoluções da era, como por exemplo, em formatos de trabalho e transformação digital, deve ser ainda pior.
Conversando com algumas pessoas que tinham planos em empreender, percebi que a grande maioria deixou em stand-by a vontade de fazer a virada de chave na vida profissional. E eu entendo, afinal, quem empreende vive em uma montanha russa, e este é um momento de incertezas.
Mas, por outro lado, as franquias acabam sendo também uma possível solução – ou até mesmo, uma grande oportunidade de negócio. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento já estava registrando um crescimento de 6,8% no faturamento em relação a 2019. E agora, mesmo durante pandemia, elas ainda são meios poderosos de investimento.
Isso acontece porque as franquias possuem, muitas vezes, um valor de investimento inicial reduzido se comparado a outros formatos de empresas. E, com a perspectiva de crescimento, elas também são oportunidade de inovação. Para os empreendedores que buscam trazer novidades para o mercado, as franquias são soluções práticas de iniciar um novo empreendimento e isso vale para qualquer segmento.
Outro ponto está na flexibilização do negócio, que possui um fluxo mais transparente, ou seja, ao chegar no mercado você já conta com um suporte e tem uma perspectiva detalhada sobre investimento, crescimento, tempo de retorno e a empresa já passou, certamente, por testes de público-alvo.
Lógico que existem inúmeros desafios e em tempo de pandemia, os obstáculos para crescimento são ainda maiores. Minha dica para você escolher o melhor segmento para investir em franquia é avaliar toda sua estrutura e mais ainda, todo o cenário que a envolve. Já para quem pensa em fazer isso ainda este ano, deve levar em consideração as possíveis crises futuras, o movimento de mercado e até considerar reflexos da pandemia que vivemos hoje, além das inovações em que almeja fazer neste novo negócio. Afinal, para o universo das franquias, se remodelar e trazer novas soluções já é uma prática comum e fundamental, tanto para o crescimento, consolidação eficiente e inovação do nosso negócio, só assim podemos sair – e saímos – cada vez mais disparados no mercado.

Rafael Moura é fundador e CEO da I wanna sleep, Retail Tech focada em sono e relaxamento.

Compartilhe: