sexta-feira, 04 de dezembro de 2020

Artigos

O ILUSIONISTA.

Bom dia Barretos.

Talvez, pelas noites quentes que estamos vivendo, noite dessas, deitei e mais uma vez sonhei. Sonhei que estava numa cidade estranha que nunca havia visitado. Andando pela cidade, visitei o belo parque local, onde deparei com a demonstração de um ilusionista, que retirava de sua cartola, ora uma lebre, ora centenas de lenços interligados por nós. Num determinado momento, sobre aplausos da plateia retirou uma cédula, previamente marcada, do bolso de um entusiasmado espectador. Parei por alguns instantes observando o espetáculo, quando percebi que duas pessoas que passavam pelo local também pararam por alguns instantes e comentavam entre si: parecem truques de alguns candidatos, que as vésperas das eleições, eles, como um mágico ilusionista, têm propostas e soluções para tudo, falam até que vão fazer chover. Pior ainda prometem empregos, benesses, cargos, vantagens indevidas e até fazem aparecer no bolso das pessoas cédulas verdadeiras. Depois de eleitos também desaparecem como mágica pelos próximos quatro anos, ninguém os encontram e suas promessas viram pó. O outro respondeu: – concordo contigo em tudo, mas cabe a nós eleitores decidirmos o que queremos.
Será que queremos continuar sendo enganados ou vamos dar um basta a tudo isso, votando em quem pautou sua vida pela seriedade de ações, pela fiscalização dos atos da administração, e demonstrou ao longo de sua vida amor ao próximo, tratando a todos com carinho, sem exigir nenhuma contrapartida. Quem decide somos nós, queremos um ilusionista, ou um administrador sério, competente a nos conduzir nos próximos quatro anos. Depois não adianta reclamar, nem dizer que não votou no mágico ou em seu pupilo. Nesse momento virei na cama, acordei, espreguicei e confabulei com os meus botões, até em sonhos encontramos filósofos que nos dão dicas de sabedoria do bem viver. Realmente eles estão certos, somos nós os donos de nossos destinos, bem como do destino de nosso país, nosso estado e nossa cidade e que aqui como lá também, vamos ter eleições e os ilusionistas daqui já estão em campo. Cuidado para não ser enganado.

Bom dia Barretos

Compartilhe: