Ir para o conteúdo

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Artigos

O exemplo da rã

Conta-se que uma religiosa perguntou um dia  ao sábio porque das rãs, ao ouvirem passos na hortas, logo correm para mergulhar no tanques, escondem-se bem no fundo.
O sábio respondeu-lhe que ai era o lugar e centro onde sentiam-se em segurança, E aproveitou para orienta-las sobre a maneira de viver de uma religiosa dizendo-lhe: “Assim você deve proceder, quando sentir o que o pecasdo se aproxima ou alguma tentação a atormenta. Você deve mergulhar em Deus, escondendo-se Nele, por meio da oração, do sacrifício e da penitência”.
É uma pequenina história que nos dá a oportunidade de meditar profundamente.
Precisamos realmente, mergulhar no oceano de Deus, chegando cada vez mais ao fundo deste mar de Amor, quando também nos, cristãos do mundo, sentirmos que algo conosco não esta bem, que nossas limitações não nos permitirão resistir a essa serie enorme de oportunidades de errar que temos todos os dias: a cobiça, a inveja, o orgulho, a indolência, o egoísmo, o desamor…
Mergulhar, mergulhar, buscando o Senhor da Vida!
Rezar, rezar, entrar em contato, tocar o senhor !
Como mudaríamos e nos converteriamso a cada dia se dedicássemos tempo para este aprofundamento! Seria um abastecimento continuo. Seria um crescimento sem fim.
Estar com Deus, em segurança em Seus braços que nos amparam e confortam, que transformações iriam acontecendo conosco! Após este mergulho, sairíamos lavados, purificados, modificados nossos irmãos iriam poder usufruir de tudo que então iríamos transmitir-lhes.
Crescer em conhecimento e em intimidade com Deus, é exatamente isso, deve ser o ideal do cristão.
Quanto prodígio Senhor realizaria por nosso intermédio para Sua honra e sua glória!
Se procurarmos nos esquecer de nos mesmos, nos entregarmos a cada momento a Deus, afundar-nos em Seus ensinamentos, mergulharmos no Seu Amor, seremos um outro Cristo a transmitir a vida, amor aos que rodeiam, ouvem, lêem.

Compartilhe: