Ir para o conteúdo

terça-feira, 09 de agosto de 2022

Artigos

O açúcar das frutas faz mal?

Olá!
Essa dúvida é muito comum no consultório. O sabor doce das frutas é porque elas contem um tipo de açúcar chamado frutose e também contém glicose, mas em quantidade muito menor. Lembrando que ambos são componentes do açúcar branco refinado e do xarope de milho e que são usados na preparação de alimentos processados, molhos e condimentos, doces e refrigerantes. A frutose se transforma em gordura com muita facilidade no fígado. Quando em excesso, tem maior potencial para alterar o metabolismo e facilitar o aparecimento de doenças metabólicas.
Mas afinal, então o açúcar da fruta faz mal? Quando ingerimos a fruta, não a ingerimos isolada e sim em sua embalagem natural com todos os demais componentes: fibra, minerais, vitaminas. Quando misturados com nossa saliva e sucos digestivos, isso faz com que a frutose contida na fruta entre lentamente no corpo. Assim, células intestinais consomem grande parte da frutose que absorvem, de modo que muito pouco dela chega ao fígado pelo sangue para se transformar em gordura.
Quando bebemos um suco de fruta, mesmo que seja natural, as coisas mudam. Comemos muito mais frutas do que se tivéssemos que descascar, morder e mastigar. Além disso, como não levamos em sua embalagem natural, ela é absorvida rapidamente.
Já quando consumimos uma grande quantidade de frutose presente em um doce, sorvete ou em uma bebida açucarada, a situação também é diferente. Inundamos nosso trato digestivo com frutose, dissolvida em água, que é rapidamente absorvida pela células intestinais, chegando no fígado onde se transforma em gordura. Se consumirmos esses alimentos em abundância e com frequência, ao longo prazo teremos problemas de saúde como distúrbios metabólicos. Com o tempo, esses distúrbios aumentam o risco de um ataque cardíaco ou até mesmo de um processo cancerígeno. Recentemente, foi publicado um estudo que verificou uma maior incidência de câncer associada a maior consumo de açúcar na forma líquida.
Portanto, o consumo diário e moderado de alimentos naturais não processados como as frutas é saudável. E vamos usar o bom senso, não estamos falando em consumir dois quilos de pêra e um melão por dia.
Um ótimo domingo e até o próximo!

 

Daniele Rezek
Cardiologista
CRM 145.887
RQE 64.850

Compartilhe: