Ir para o conteúdo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Artigos

Nutrição adequada é a grande aliada para um ciclo menstrual saudável, prevenção de doenças e qualidade de vida

O ciclo menstrual não diz só sobre a sua menstruação ou se você vai ou não engravidar. Ele nos diz sobre alguns hormônios, dentre eles dois muito importantes, que atuam além do sistema reprodutor e que quando deficientes ou aumentados irão repercutir da saúde física a mental.
Estrogênio por exemplo, atua no metabolismo da glicose e lipídeos, tem efeito cardioprotetor e neuroprotetor, além de favorecer aumento do gasto energético e diminuição da ingestão alimentar, quando em níveis normais.
Quando muito aumentado que é comum em mulheres com endometriose e que usam anticoncepcionais pode favorecer maior risco de câncer de mama, ovário, útero e rins, favorece endometriose e dores no ciclo, acne, ganho de peso, depressão/ansiedade, disfunção tireoidiana além de baixa progesterona.
Quando diminuído vai levar a ciclos irregulares ou ausentes, pele seca, oscilação de humor, pouco desejo sexual, secura vaginal, distúrbios do sono, além de fogachos/calorões noturnos, que é o caso de mulheres na menopausa.
A progesterona tem efeitos protetores na saúde cardiovascular e sobre o desenvolvimento cerebral, equilibra o estrogênio, tem efeito antiproliferativo, mantém a saúde da pele, colágeno, espessura, elasticidade, hidratação, além de aumento da temperatura corporal (maior termogênese), entre outros, quando em níveis normais.
Quando baixa, geralmente é associada a um aumento de estrogênio e é comum em mulheres com ciclo menstrual desregulado, acúmulo de gordura, acne, queda de cabelo além de estressadas e com dieta inadequada.
O conhecimento sobre o corpo feminino é o primeiro passo para a mulher conquistar saúde e qualidade de vida e prevenir doenças.
O acompanhamento com um nutricionista na área da saúde da mulher pode te ajudar a manter um peso saudável que influencia na regulação hormonal, corrigir deficiências nutricionais que podem ser causas de desequilíbrios assim como usar de estratégias através de alimentos e suplementos para melhora de diversas questões femininas como síndrome do ovário policístico, endometriose, síndrome disfórica pré-menstrual, entre outras. E claro, ter regularidade no ginecologista também se faz essencial.

 

 

 

Mariana Venturini Pereira
Nutricionista
CRN-4 18100277

Compartilhe: