Ir para o conteúdo

terça-feira, 28 de março de 2017

Artigos

NASCER E EVOLUIR

A maioria das coisas são dinâmica. Tudo nasce para evoluir. Quanto mais novo as coisas, mais imperfeitas elas são. A perfeição é um companheiro do tempo e a medida que ele avança o atingimos.
Estático só deve ser nossa filosofia pungente e madura, que a vida nos molda, para conviver em nossa alma estabilidade emocional e condicionamento mental.
Antes da estabilidade instalar em nosso interior passamos por abismo perfunctoriamente destruidores. Navegamos sem trégua nas tempestades.
Atingimos tormentos profundos e o anarquismo em nossa vida em busca de coisas verdadeiras é totalmente governado por intempéries existenciais.
Achar significados para vida é necessário, antes de sair de nosso labirinto confuso e enigmático, com voluntarismo e força. Só no pragmatismo do dia a dia em que encaixotamos experiênciasacumuladas para enfrentar a vida com instrumentos afiados.
O encontro com a felicidade nasce dos desencontros no trevo da existência, que defrontamos em certos momentos decisivos.
A felicidademora nos ninhos das experiências de quem aprendeu a voar conhecendo as inquietações profundas e escapuliu da beira dos abismos.
Só sabendo errando que fixamos as lições.
As transformações que nosso ambiente psíquico passa, pelo decorrer da existência,são deslumbrantes.
Definitivo é só nossas tentativas em busca do perfeccionismo.
A experiência da vida não é uma avenida. São cheios de buracos novos, sem sinalização do perigo, que exigem dos motoristas anos de treinamentos.
A medida que vivemos as investidas da vida não são fatais, porém como obstáculos, para enfrentar temos uma filosofia sabia e solida. Aprendemos como enfrentar os problemas desviando das elucubrações do desespero.
Analisamos e buscamos caminhos deslumbrantes, que nos leva ao tesouro aberto de nossa alma, nos instrumentalizandocom sossego no recanto da vida.
É o tempo o construtor da sabedoria. É nele que a vida desfila, com a mais soberba convicção, em que suas facetas estão às entranhas da felicidade.
Nascer e evoluir é a substancia da vida. Quanto mais absorvemos as dores, mais preparadas para leveza da felicidade estaremos. É porque na dor está à sinalização de como devemos seguir os caminhos da existência de cabeça erguida e mente ávida.
 
JUAREZ ALVARENGA
ADVOGADO E ESCRITOR
 

Compartilhe: