Ir para o conteúdo

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Artigos

Não somos nós que fazemos boas obras

Digamos que você participe de campanhas beneficentes; que ofereça alguns produtos para formação de cestas básicas a pessoas carentes e instituições; que dê esmolas sempre que possível, dentre outros atos de caridade.
Digamos que por isso você já esteja se achando uma pessoa boa, socialmente consciente e responsável. Ótimo! Ser do Bem é louvável.
No entanto, é bom se lembrar que “Só Deus é bom” (Mc 10,18). É bom se lembrar que Jesus, que é Deus, diz: “Eu sou a videira e vós os ramos” (Jo 15,5). “O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira” (Jo 15,4).
“Sem mim, nada podeis fazer” (Jo 15,5).

Compartilhe: