Ir para o conteúdo

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Artigos

Mineração de Dados Revoluciona as Práticas Jurídicas: Uma Análise Tecnológica

No cenário atual, em que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) evoluem a passos largos, a capacidade de gerar conteúdo atinge níveis sem precedentes. O aumento exponencial na geração de dados, impulsionado pelas redes sociais e smartphones, tem transformado a forma como criamos e compartilhamos informações. Além disso, a Internet das Coisas (IoT) amplia ainda mais essa avalanche de dados, provenientes de fontes autônomas como casas inteligentes. Diante desse contexto, a área jurídica emerge como foco desta análise, demandando sistemas de armazenamento e análise de dados que possam agilizar processos e aprimorar a tomada de decisões em tempo real.
Nesse contexto, surge a relevância da mineração de dados nas práticas jurídicas. A proposta é armazenar informações providas por advogados, consolidando padrões que delineiam possíveis causas de ações legais recorrentes. Ao processar esses dados, o sistema oferece insights de alto nível, mapeando e avaliando o comportamento de cada caso. Esse processo pode resultar em indicadores gerenciais que auxiliam na tomada de decisão. Para além dos benefícios sociais, esse projeto implica em colaborações nos âmbitos ambiental, econômico e cultural da sociedade. O valor da mineração de dados no universo jurídico reside na sua capacidade de extrair informações a partir da relação entre dados aparentemente desconexos. Essa prática, baseada em conceitos de Data Mining e Mineração de Texto, proporciona celeridade aos processos, racionalizando ações legais e contribuindo para a igualdade processual. Além disso, essa abordagem é uma ferramenta eficaz na tomada de decisões, não somente nos departamentos jurídicos, mas na sociedade em geral.
Esta análise destaca a aplicação desses conceitos no cenário jurídico, permitindo a identificação de causas predominantes nos processos legais. Essa abordagem, ancorada na mineração de dados, revela padrões imperceptíveis ao olhar humano, otimizando a sentença de casos complexos. Nesse sentido, o projeto utiliza técnicas como a Tokenização, parte essencial do pré-processamento na Mineração de Texto, para examinar em profundidade os dados jurídicos.
No entanto, com inúmeros processos dispersos pelo país, a resolução no sistema legal permanece desafiadora. Esse sistema complexo e adaptativo requer abordagens inovadoras para lidar com sua intrincada estrutura. A técnica de Data Mining, reconhecida por seu padrão de identificação, encontra aplicabilidade também no campo jurídico, oferecendo suporte para decisões operacionais e gerenciais. Ao revelar padrões ocultos nos dados, essa técnica potencializa a análise, contribuindo para uma tomada de decisão informada.
No cerne do sistema proposto, a coleta de informações a partir de artigos estabelece vetores de palavras-chave, que são então armazenadas no banco de dados. Essa análise de repetições e padrões de palavras-chave resulta em hipóteses sobre as principais causas dos processos jurídicos. A eficácia desse sistema reside na combinação da mineração e comparação dos dados, validada pelo olhar técnico e profissional do campo jurídico.
O uso dessas técnicas não só agiliza o processo judicial, mas também consolida a integridade das informações, resultando em uma ferramenta eficiente para tomadas de decisão.
Com a análise, observa-se o potencial transformador da mineração de dados no contexto jurídico, aproximando o setor das possibilidades da era digital.

 

 

Juliana Carvalho da Silva
Maria Ludovina Aparecida
Quintans Guapyassu
Sérgio Carlos Portari Junior
Curso de Sistemas de Informação
da Faculdade Barretos

Compartilhe: