Ir para o conteúdo

sexta-feira, 19 de julho de 2024

Artigos

Meu Deus, meu Deus, por que me abandonastes?

Salmo 21(22)

Riem de mim todos aqueles que me veem, torcem os lábios e sacodem a cabeça:

“Ao Senhor se confiou, ele o liberte e agora o salve, se é verdade que ele o ama!”

Cães numerosos me rodeiam furiosos, e por um bando de malvados fui cercado. Transpassaram minhas mãos e os meus pés

e eu posso contar todos os meus ossos.

Eles repartem entre si as minhas vestes e sorteiam entre si a minha túnica.

Vós, porém, ó meu Senhor, não fiqueis longe, ó minha força, vinde logo em meu socorro!

Anunciarei o vosso nome a meus irmãos e no meio da assembleia hei de louvar-vos!

Vós que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores, glorificai-o, descendentes de Jacó, e respeitai-o, toda a raça de Israel!

Compartilhe: