Ir para o conteúdo

segunda-feira, 20 de maio de 2024

Artigos

MANTER A FÉ

Bom dia, Barretos!
Manter a fé quando tudo corre bem em nossas vidas, quando o vento sopra a nosso favor, quando os negócios correm bem e quando tudo está em paz em nossas casas, é muito fácil. Manter a calma e a fé quando estamos atravessando um céu de brigadeiro também é muito fácil. Quando os contratempos nos atingem, quando dissabores rondam nossos dias, é que a nossa fé é testada e temos que nos apegar aos nossos princípios religiosos e pedir amparo ao nosso Deus, para que renove a cada momento e em todos os momentos a fé em nossos corações. Pena, que muitas vezes só se lembra de Deus nos momentos difíceis, quando tormentas ameaçam nossa paz interior, quando não vemos saída para os obstáculos à frente. Os momentos de festa e lazer, de paz e amor, como que entorpecem nossos sentimentos religiosos, que só voltam a reaparecer quando nos deparamos com as dificuldades da vida. Nossa fé não tem a mesma intensidade da fé e da paciência de Jó que suportou com resignação os maiores sofrimentos, injurias e injustiças. Perdeu toda sua fortuna, seus filhos morreram em um desastre, seu gado em outro.
Os servos foram mortos ao fio da navalha. Mas, nada abalava a sua fé em Deus, mantendo a calma e a fé apesar de seus amigos insistirem para que abandonasse esse Deus, que segundo eles, era perverso e lhe tinha tirado tudo, cobrindo-o de sofrimentos. Apesar de tudo Jó manteve a integridade e sua confiança no Criador. Jó perdoava e ainda rezava pelos seus amigos, que tresloucados insistiam com ele, para que perjurasse seu Deus. Jó se manteve firme na sua fé e por isso Deus o recompensou, dando-lhe o dobro de tudo que antes possuía. A tentação anda a solta, mas como Jó temos que a ela resistir mantendo a calma e persistindo na nossa fé, pois Deus nunca nos abandona e somos nós que às vezes o abandonamos. Manter a fé a calma e a esperança, em todos os momentos, define o estado de espirito dos vencedores, em nossa passagem terrena. Às vezes a vitória tarda, mas sempre vem. Cultivemos, pois a nossa fé e a nossa paciência. Bom final de semana.
Bom dia, Barretos.

Compartilhe: