Ir para o conteúdo

sexta-feira, 05 de março de 2021

Artigos

Mais um motivo para começar: exercícios físicos podem ajudar na saúde óssea

A prática de exercícios físicos está sempre na lista de hábitos necessários para ajudar a manter a saúde cardiovascular, pulmonar e cerebral em dia, mas, os benefícios não param por aí. Um estudo da Leeds Beckett University, no Reino Unido, mostrou que as atividades físicas, ao submeter os ossos a tensão, faz com que nosso corpo envie sinais às células ósseas para que elas voltem a crescer mais fortes. Além disso, o osso responde diretamente ao músculo que, se bem desenvolvido, gera essa cadeia de benefícios.
Em seu estudo, a universidade acompanhou atletas de elite de modalidades como ginástica, ciclismo e críquete. Eles foram submetidos a exames de densitometria óssea, tendo parâmetros da densidade óssea dos participantes em áreas delicadas, que pessoas mais velhas costumam apresentar fraturas de forma mais frequente: quadris e coluna vertebral.
A conclusão foi de que os jogadores de críquete tinham os ossos mais densos entre os três grupos analisados, enquanto os ginastas ficaram em segundo lugar e os ciclistas em terceiro, o que, segundo especialistas, pode mostrar que o tipo de exercício também faz diferença na construção de ossos mais fortes. Como o peso dos ciclistas é sustentado pela bicicleta pode ser que a pressão exercida não seja tão relevante para os ossos, como os outros exercícios, enquanto correr, pular, girar, parecem melhores alternativas para quem busca esse beneficiamento ósseo.
Em maio de 2020, a revista científica Harvard Health Publishing, da escola de medicina da Universidade de Harvard, dos Estados Unidos, já tinha publicado uma matéria falando sobre os melhores exercícios para os ossos. O artigo diz que é necessário praticar atividades com algum tipo de resistência, como o uso de halteres, elásticos ou com o peso do próprio corpo. Segundo os cientistas, a gravidade é uma boa aliada para estimular e aumentar a densidade dos ossos, colocando escaladas, tênis, basquete e até mesmo o ato de subir escadas na lista dos bons exercícios para quem tem este objetivo.

Compartilhe: