Ir para o conteúdo

segunda-feira, 15 de abril de 2024

Artigos

Jesus-Deus ou um vigarista?

  • Jesus colocou os seus contemporâneos perante uma questão decisiva: ou Ele agia com total poder divino, ou não passava de um vigarista, blasfemo e fora-da-lei.
  • Ele provocou o judaísmo tradicional em seu tempo: perdoou pecados, o que só competia a Deus. Relativizou o preceito do sábado. Foi rotulado como um falso profeta, desobediente a leis, que previam a pena de morte para tais delitos.

 

Compartilhe: