Ir para o conteúdo

domingo, 03 de novembro de 2013

Artigos

Igreja canonizou mais de 20 mil santos

Mais de 20 mil pessoas, entre homens e mulheres, já foram canonizados pela Igreja ao longo destes mais de dois mil anos de história. Para todos eles, os católicos dedicam um dia especial a fim de celebrá-los e pedir a intercessão. Trata-se da Solenidade de Todos os Santos vivenciada pela Igreja Católica nesta sexta-feira, 1º de novembro. 
De acordo com o professor de História da Igreja do Instituto de Teologia Bento XVI, na Diocese de Lorena, Felipe Aquino, a data tem origem a partir da festa pagã celta de nome Halloween, oriunda da região da Irlanda, Escócia e Inglaterra. Segundo ele, os celtas acreditavam, dentro do paganismo, que no dia 31 de outubro – para eles, último dia do ano – os espíritos dos mortos voltavam à terra para se alimentar e assustar as pessoas. "A Igreja, quando evangelizou a Inglaterra e a Grã-Bretanha, quis substituir essa crença pagã por uma crença cristã. Então passou a celebrar, ao invés da festa pagã, o Dia de Todos Santos, em 1º de novembro", explica. 
O professor explica que a Igreja escolheu esta data especial para lembrar os inúmeros fiéis que, segundo a fé católica, já habitam as regiões celestes, mas que ainda estão no anonimato perante o cenário de homens e mulheres canonizados.  Embora muitos ainda considerem a devoção aos santos como idolatria, o professor afirma que o culto nunca é prestado diretamente ao santo, mas a Deus, através dos santos. "A pessoa é santa por graça e obra de Deus. Então, o santo vai interceder por nós diante de Deus. Este é o sentido profundo", afirmou.
O Concílio de Niceia II, no ano 787, disse que as imagens dos santos devem ser colocadas nas paredes, nas alfaias litúrgicas, nas ruas, nas casas. 
"Isso porque a imagem de um santo representa aquele que está no Céu. Se olharmos para uma imagem de Nossa Senhora precisamos lembrar que ela é um modelo a ser seguido. Esta é a primeira finalidade do culto aos santos: ele é um modelo, porque viveu de acordo com a vontade de Deus. Então eu posso me inspirar nele para também viver a vontade de Deus", esclareceu o professor Felipe Aquino. Fonte: Canção Nova
 
Juventude diocesana celebra o Dia Nacional da Juventude
07h30 – Recepção das caravanas, café da manhã, concentração na Catedral
07h40- Trio Elétrico com Banda animando e acolhendo os visitantes
08h00 – Dinâmica e palavra de Boas-vindas
08h15 – Caminhada pela Paz. Animação, reflexão e Trio Elétrico
08h50 – Chegada à Paróquia Bom Jesus
09h30 – Missa pela Juventude. Presidência: Dom Edmilson
10h30 – Apresentação teatral
10h40 – Testemunhos
10h50 – Apresentações Culturais; Musicais; Teatrais; Tendas; Apoiadores
11h00 – Show com a Banda Crux Sacra
12h00 – Apresentações Culturais; Musicais; Teatrais; Tendas; Apoiadores
13h00 – Benção e Envio
13h30 – Encaminhamentos e Agradecimentos
14h00 – Livre
 
[email protected] | www.diocesedebarretos.com.br

Compartilhe: