Ir para o conteúdo

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Artigos

HONRAR PAI E MÃE (Eclo 3,2-18)

Ouvi, ó filhos, a advertência de um pai, e procedei de tal modo que sejais salvos. Deus honra o pai nos filhos e confirma, sobre eles, a autoridade da mãe. Quem honra seu pai intercederá pelos pecados, evitará cair neles e será ouvido na oração quotidiana. Quem respeita sua mãe é como alguém que ajunta tesouros. Quem honra seu pai terá alegria em seus próprios filhos; e, no dia em que orar, será atendido. Quem honra seu pai terá vida longa, e quem obedece ao pai é o consolo da mãe. Quem teme o Senhor honra seus pais e como a senhores servirá aos que o geraram. Com obras e palavras honra teu pai, para que dele venha sobre ti a bênção. A bênção do pai consolida a casa dos filhos, mas a maldição da mãe destrói até os alicerces. Não te glories da injúria sofrida por teu pai, pois não é glória para ti a sua afronta. A glória de cada um vem da honra de seu pai, e é uma desonra para o filho a mãe desprezada. Filho, ampara a velhice de teu pai e não lhe causes desgosto enquanto vive. Mesmo que esteja perdendo a lucidez, sê tolerante com ele e não o humilhes, em nenhum dos dias de sua vida. A ajuda prestada a teu pai não será esquecida, mas será plantada em lugar dos teus pecados e contada como justiça para ti; no dia da aflição serás lembrado e teus pecados se dissolverão, como o gelo em dia de sol. Como é infame, quem desampara seu pai, e é amaldiçoado por Deus, quem exaspera sua mãe!

 

 

www.diocesedebarretos.com.br / comunicacao@diocesedebarretos.com.br

Compartilhe: