quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Artigos

Homo luzonensis

Cientistas da Filipinas, Austrália e França divulgaram na revista Nature a descoberta de evidências de uma nova espécie de humana. Essa nova espécie foi denominada Homo luzonensis, em homenagem à ilha de Lúzon, no norte das Filipinas, onde foi descoberta.
A escavação encontrou pedaços de um esqueleto, sete dentes, dois ossos das mãos, três ossos do pé e um osso da coxa. Os pesquisadores do Museu de História Natural de Paris acreditam que os ossos pertenciam a dois adultos e uma criança.
Um osso dos pés apresentou um aspecto inesperado, era curvo como do Australopithecus (incluindo o famoso fóssil Lucy), que somente é encontrado na África e está datado de 2 a 3 milhões de anos atrás. Essa anatomia indica um estilo de vida misto, com capacidade de andar sobre duas pernas e também de subir em árvores.
Acreditava-se que a primeira espécie de hominídeo a sair da África seria o Homo erectus, há cerca de 2 milhões de anos. Todas as outras espécies fora do continente teriam descendido dele. Porém, o Homo luzonensis, bem como o H. floresiensis, não possui características anatômicas que o liguem ao Homo erectus.
Os vestígios foram encontrados na caverna de Callao e foram datados de 50.000 a 67.000 anos atrás, mesma época em que o Homo sapiens e os Neandertais se espalharam por Europa e Ásia.
Os pequenos dentes sugerem que o hominídeo teria cerca de 1,2 metro de altura, o que o torna mais baixo do que o Homo floresiensis, apelidado de “hobbit”, outra espécie que foi encontrada no sudeste da Ásia, em Flores, em 2004.
O Homo luzonensis viveu durante o Pleistoceno, isso despertou uma grande dúvida, como ele chegou à ilha de Luzon? A ilha nunca foi conectada ao continente por uma faixa de terra. Muito a descobrir, muito a pesquisar. Muito a investir, incluindo nosso país que tem os próprios sítios arqueológicos esperando.

Mario Eugenio Saturno (cientecfan.blogspot.com) é Tecnologista Sênior do
Instituto Nacional de
Pesquisas Espaciais (INPE) e
congregado mariano.

Compartilhe: