Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

Homem que fundou a Fifa e a Copa do Mundo era católico fervoroso

A Copa do Mundo da FIFA é um dos eventos esportivos internacionais mais esperados do mundo e atrai a atenção de centenas de milhares de fãs e torcedores em diversos países. O que poucos sabem é que um católico francês fundou este campeonato.
Trata-se de Jules Rimet, nascido em 14 de outubro de 1873 na aldeia francesa de Theuley. Quando criança, serviu como coroinha na igreja local e, aos 10 anos, mudou-se para Paris com a família. Lá, tornou-se um exitoso advogado e viveu fazendo obras de caridade. O jovem francês também adorava os esportes e tinha a firme convicção de que eles uniam as pessoas, independente da raça e da classe social. Aos 24 anos, fundou um clube esportivo chamado “Red Star”, aberto a qualquer pessoa, independentemente da sua situação econômica.
Naquela época, o futebol ainda era desprezado, pois era considerado um esporte da classe baixa e dos ingleses. Entretanto, Rimet decidiu incluí-lo no seu clube.
Em 1904, ajudou a fundar a Fédération Internationale de Football Association (Federação Internacional de Futebol ou FIFA). Quis organizar um campeonato internacional, mas o início da Primeira Guerra Mundial atrasou os seus planos.
Após o fim da guerra, Rimet se tornou presidente da FIFA em 1921, e permaneceu durante 33 anos no cargo, o período de mandato mais longo na história da federação.
Seus ideais sobre o esporte o motivaram a criar em 1928, a Copa do Mundo, que foi disputada dois anos depois pela primeira vez no Uruguai.
O advogado católico liderou a FIFA até 1954 e, em 1956, foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz, por ter fundado a Copa do Mundo. Rimet faleceu na França em 1956, aos 83 anos.
A edição 2022 da Copa do Mundo é realizada no Qatar e a final acontece no próximo dia 18 de dezembro.
Fonte: ChurchPOP

Compartilhe: