Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

Grãos integrais: quais os benefícios para a saúde e prevenção de doenças?

O consumo de grãos é muito lembrado por aquelas pessoas que buscam uma alimentação saudável, mas está sempre muito ligado ao emagrecimento, o que não deixa de ser verdade, uma vez que melhora as funções intestinais e trazem a sensação de saciedade.
Mas existem muitos outros benefícios de se consumir regularmente uma determinada quantidade de grãos integrais.
Obviamente, nenhum grão por si só fará o milagre de curar uma doença ou desaparecer um quadro de diabetes, por exemplo. Mas é evidente que a combinação de uma alimentação rica em grãos e uma vida mais saudável está diretamente ligada à redução de várias enfermidades.
Entre os tipos mais comuns de grãos integrais estão trigo e arroz (os dois integrais), aveia em flocos, farelo de aveia, centeio, milho, feijão, grão-de-bico, lentilha, ervilha, amaranto e quinoa, todos esses conhecidos também como cereais.
Os cereais ou grãos integrais estão diretamente relacionados à redução dos níveis de colesterol, além de ter funções analgésicas, anti-inflamatórias, cardioprotetoras e antioxidantes.
O consumo é recomendado, em média, três vezes ao dia, mas também recomenda-se ingerir a quantidade adequada de água indicada para o IMC.
O principal motivo para que os cereais sejam tão benéficos para a saúde é que eles são ricos em fibras, que em contato com as bactérias presentes no intestino produzem o ácido graxo, que diminuem a resistência à insulina e, consequentemente, reduzem a glicemia, auxiliando no tratamento de diabetes.
Além disso, a quantidade de fibras presentes nos grãos integrais, junto ao magnésio, potássio e antioxidantes podem contribuir para a redução da pressão arterial.
E esses cereais, por sua vez, compõem alimentos considerados carboidratos saudáveis, o que comprova que o carboidrato não deve ser considerado o vilão de nenhuma dieta, desde que consumido com sabedoria.
Por serem metabolizados mais lentamente, trazem mais nutrientes para o organismo do que os carboidratos refinados, como a farinha branca, por exemplo.
Não há motivos para deixar os grãos integrais fora da alimentação diária, pois são indicados tanto para a perda de peso quanto para a manutenção da saúde. Mas lembre-se: como qualquer carboidrato, deve ser consumido de forma regular.

 

 

 

Dr. Jorge Rezeck Médico
no Hospital São Jorge
e Clínica Unique.
Membro titular da Sociedade
Brasileira de Clínica Médica.

Compartilhe: