quinta-feira, 06 de agosto de 2020

Artigos

A graça de saber o que realmente vale a pena

Hoje em dia temos nos tornamos muito orgulhosos e narcisistas. Estamos nos acostumando aos primeiros lugares e colocando como prioridade o visual e o belo no lugar daquilo que realmente importa: as pessoas que amamos e os verdadeiros e bons momentos.
E com isso temos criado uma falsa ideia de felicidade e bem-estar. A impressão que se dá é que se tornou mais importante o valor elevado que se gasta numa festa de aniversário do que reunir as pessoas que nos são importantes, mesmo que seja para um simples bolo com guaraná; ou ainda, fazer do casamento um evento social, regrado a exageros caros que no outro dia irão para o lixo, ao invés de expressar o que realmente importa, a união de duas pessoas que se amam. Temos colocado muitos acessórios para o amor e a felicidade se tornarem atraentes. Não deveria ser assim.
Feliz de quem não se mede pela vida do outro e que não perdeu o senso do que realmente vale a pena nesta vida. Feliz de quem tem história de bons momentos pra contar, e não apenas contas a pagar. Feliz de quem gasta dinheiro porque é feliz e não o que gasta para ser feliz.
Que busquemos ser ricos de coisas que o dinheiro não compra: de momentos que ficam gravados no coração, e não no celular. Que tenhamos pressa em fazer o almoço de domingo ser mais demorado, com mais pessoas à mesa e crianças brincando. Que tenhamos coragem de mudar o sabor da pizza e o corte de cabelo. Que colhamos mais risos do que correria. Acredite, vale a pena! Uma feliz e santa semana. Deus te abençoe!

Padre Thiago Freitas dos Reis
Pároco da Paróquia do Bom Jesus

Compartilhe: