Ir para o conteúdo

sábado, 13 de maio de 2017

Artigos

GOTAS DE SERENIDADE

Em meio à agitação que marca a vida das pessoas na atualidade, fica sempre mais evidente o anseio e a busca da serenidade. É fácil perceber as inúmeras correntes de espiritualidades que buscam levar-nos à serenidade. Porém, para me tornar uma pessoa serena eu preciso exercitar-me, e ter um coração sereno. O coração sereno é revestido de fé, de esperança e caridade. Mesmo que tudo concorra para a turbulência psíquica e espiritual ele se mantém em paz. Os problemas por mais graves e desesperadores que sejam, jamais conseguirão desequilibrar um coração sereno que encontrou na esperança que brota da serenidade uma forma estupenda de viver. A serenidade, antes de tudo, é uma forma sensata de “ver” as situações que nos abarca, para dar fruto a uma reação coerente e acertada diante dos desafios da vida. Possui um coração sereno quem observa a vida a partir da ótica da esperança, que brota da fé. Por meio do cultivo da fé, encontramos Deus Pai, que nos criou; o Filho, que é Jesus Cristo e nos redimiu; e o Espírito Santo, que nos santifica. É pela fé que temos acesso ao mais íntimo e profundo de Deus. Cremos, então, que Deus é a verdade e a fé está presente em todas as situações do nosso cotidiano. Mas não basta que a fé esteja somente presente, pois, quando verdadeira, exige sempre uma ação. A fé nos leva, portanto, a praticar a justiça em tudo que fazemos, a sermos “rastros” de Deus por onde passamos, tendo sempre a certeza constante de que na vida tudo pode ser melhor, basta apenas ter apenas coragem de optar não pela agitação, mas pela serenidade do coração. 
 
Seminarista Diego Mendes
 

Compartilhe: