Ir para o conteúdo

terça-feira, 09 de agosto de 2022

Artigos

Formação da Campanha da Fraternidade 2022 será transmitida pelas redes sociais na terça-feira

Na terça-feira (15), às 20h, por meio de uma Live transmitida pela página de Facebook e canal no YouTube da Diocese de Barretos, acontece a Formação da Campanha da Fraternidade 2022 (CF 2022).
Neste ano, os católicos, durante o Tempo da Quaresma, são convidados a refletirem sobre o tema “Fraternidade e Educação”, cujo lema é “Falar com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26).
Segundo o coordenador da Campanha da Fraternidade na diocese, João Francisco Teixeira, “este ano, por conta do aumento do número de casos de Covid-19, optou-se por realizar a formação de forma virtual”.
Na apresentação do Texto-base, o presidente da CNBB, Dom Walmor Oliveira de Azevedo – arcebispo de Belo Horizonte (MG), destaca que “a Quaresma é um tempo favorável para a conversão do coração” e que a CF, realizada pela Igreja no Brasil desde 1964, tem como propósito de ser um caminho para que os cristãos vivam a espiritualidade quaresmal com o sentido de mudança e transformação pessoal rumo à solidariedade a um problema concreto da sociedade brasileira.
Trata-se, em 2022, da terceira vez que a Igreja no Brasil vai aprofundar o tema da educação em uma Campanha da Fraternidade. Desta vez, a reflexão será impulsionada pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco. “Ao longo da caminhada quaresmal, em que a conversão se faz meta primeira, recebemos o convite para busca os motivos de nossas escolhas em todas as ações e, por certo, naquelas que dizem respeito mais diretamente ao mundo da educação”, convida a presidência da CNBB.
Trata-se, em 2022, da terceira vez que a Igreja no Brasil vai aprofundar o tema da educação em uma Campanha da Fraternidade. Desta vez, a reflexão será impulsionada pelo Pacto Educativo Global, convocado pelo Papa Francisco. “Ao longo da caminhada quaresmal, em que a conversão se faz meta primeira, recebemos o convite para busca os motivos de nossas escolhas em todas as ações e, por certo, naquelas que dizem respeito mais diretamente ao mundo da educação”, convida a presidência da CNBB.

Compartilhe: