Ir para o conteúdo

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Artigos

Finados: semear valores de vida eterna!

Ao celebrarmos o dia de finados, que tem como significado o dia preparado para honrar, lembrar, rezar e fazer memória das pessoas que já faleceram, cuja a vida nos deixou marcas e até mesmo a razão de nosso viver; onde se fiou nossas raízes. Somos chamados a viver este momento silenciosamente e fazer dele a nossa renovação interior através da tomada de consciência que a morte existe para todos e jamais será possível vir a ser uma realidade descartada.
De fato, a morte, como interrupção da vida terrena existe, porém a fé e a própria realidade de seres humanos limitados que somos deve nos apontar para a esperança de vivermos bem a cada dia aproveitando a cada segundo de vida que a graça de Deus nos proporciona, e assim rever sempre nossas ações.
Sabemos que o homem de fé, no momento da morte, sofre as dores da separação e sentirá eternas saudades, mas, sobretudo, ele compreende que como a exemplo do grão de trigo que cai na terra demonstrada por Jesus (Cf. Jo 12,24), se o grão não cair na terra e não morrer ele ficará só, mas quando morre produzirá muitos frutos, demonstrando que jamais foi em vão sua existência. Ao contrário ela favoreceu a renovação.
E, assim, também podemos comparar a realidade apresentada com a nossa existência, pois sabemos que não poderá haver ressurreição sem a morte. É necessário que, mais do que se revoltar com a morte, aceitemos esta realidade que nos envolverá de vida e deixará bons frutos a serem germinados.
Olhando para Jesus veremos que a morte foi vencida e esta é a esperança que norteia a realidade que celebramos no dia de finados. Não perca a oportunidade que este dia proporciona para rezar e honrar os falecidos, e assim também fortalecer o interior para que possamos rever nossas ações. Semeemos valores de vida eterna!

Daniel Canevarollo
Seminarista

Compartilhe: