Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

Ficar muito tempo sentado aumenta risco de insuficiência cardíaca em mulheres

Olá!
Ficar muito tempo sentada ou mesmo deitada aumenta significativamente o risco de mulheres idosas serem hospitalizadas por insuficiência cardíaca, mesmo entre aquelas que fazem quantidade recomendada de atividade física semanal. É o que comprovou um estudo publicado em novembro no periódico Circulation.
Esse estudo vem corroborar com outros que confirmam que pessoas com mais tempo sedentário diário tem mais probabilidade de desenvolver condições crônicas de saúde como diabetes, hipertensão, infarto, AVC e morte prematura por doença cardíaca e outras causas.
Foram avaliadas quase 81 mil mulheres no período pós menopausa com idades entre 50 e 79 anos sendo que nenhuma havia sido diagnosticada com insuficiência cardíaca no início do estudo. Acompanhadas durante 9 anos, quase 1500 mulheres foram hospitalizadas. O risco de internação foi 14% maior naquelas que se sentaram entre 4,6 e 8,5 horas por dia e 54% maior naquelas que se sentaram mais de 8,5 horas por dia. Um achado importante foi a ligação entre ficar mais tempo sentada e a internação por insuficiência cardíaca observada mesmo em mulheres mais ativas e que faziam uma quantidade satisfatória de atividade física.
Mas o que é insuficiência cardíaca? É quando o coração não está bombeando sangue suficiente para atender as demandas do corpo. Além do controle de todos os fatores de risco (pressão alta, diabetes, colesterol, cigarro) é preciso promover pausas frequentes após ficar sentado ou deitado por muito tempo para preveni-la, além claro de tentar alcançar os níveis de referência de atividade física.
Um ótimo domingo e até o próximo!

 

 

 

Daniele Rezek
Cardiologista
CRM 145.887
RQE 64.850

Compartilhe: