Ir para o conteúdo

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Artigos

“Felizes os que têm fome e sede da justiça, porque serão saciados”. (Mt 5,6)

Entende-se por movimentos sociais os grupos organizados em busca de mudanças sociais, conforme seus valores e ideologias. Você sabia que foi por meio de incansáveis lutas de movimentos sociais que temos alguns direitos garantidos? Direito à saúde, ao voto, à terra, inúmeros direitos trabalhistas e muitos outros. Essas lutas são de diversos movimentos como, por exemplo: Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), movimento feminino, movimentos negros, entre outros.
Esses grupos não integram a Igreja, e sem sempre ela concorda com suas propostas e métodos de ação. Muitas vezes, quando seus objetivos correspondem ao projeto do Evangelho, a Igreja, percebendo a sua importância, os apoia ou faz parceria com eles, como aconteceu, por exemplo, COM as campanhas da Ficha Limpa e da Reforma Política.
A Bíblia está recheada de lutas sociais. Os profetas são grandes exemplos de líderes, que têm a tarefa de denunciar os problemas sociais que oprimem o seu povo; são também quem nos devolve os sonhos e a esperança de uma sociedade justa e fraterna.
Além dos profetas, existe o maior e melhor de todos os líderes, Aquele que nos guia até hoje e sempre: JESUS. Em sua época também havia muita desigualdade, escravidão, salários baixos, muitos impostos abusivos, e Ele combateu com veemência essas e as demais injustiças praticadas pelos poderosos.

Compartilhe: