Ir para o conteúdo

segunda-feira, 04 de março de 2024

Artigos

Enviai o vosso Espírito, Senhor!

O Espírito Santo é a terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Não o podemos ver, reter nem mostrar. Não podemos dispor dele, porque Ele é Deus e age secretamente no mundo e nos corações. Mas podemos experimentar a sua existência e a sua ação:
* quando alguém fala de Deus de tal maneira que os outros abraçam a fé;
* quando alguém sofre ou dá a sua vida pelo Evangelho.
* quando alguém respira paz e alegria; ou promove a justiça;
* ou se dedica ao serviço dos outros;
* quando uma pessoa, amargurada pelo ódio, começa a perdoar e a amar.
* todas as vezes em que se defende a Vida.
O Senhor que dá a Vida
Tudo foi criado no Amor, por Amor, pelo Amor. Porque Deus é Amor.
Em Gênesis, na criação do ser humano, Deus “soprou” nas suas narinas e o homem ganhou “vida”. A palavra “espírito”, em hebraico, é ruah – que significa “sopro”, ou “vento”. A mensagem dessa narrativa nos quer dizer que Quem dá a Vida ao ser humano é o Espírito Santo, que é o “Senhor da Vida”.
Representado por muitos símbolos, um deles é a figura de uma pomba, pois assim se manifestou no batismo de Jesus, no Jordão. E no pós-dilúvio, uma pomba com um ramo de oliveira no bico voltou para Noé mostrando que na terra havia Vida. Procede do Pai e do Filho, e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado
O Espírito Santo é o onipotente e imensurável Amor entre o Pai e o Filho. O Amor é dinâmico, e não estático. Por isso é criador, é gerador.
As três Pessoas da Santíssima Trindade são o Deus UnoTrino, totalmente intercomunicantes e interrelacionados. O Pai está no Filho e no Espírito Santo. O Filho está no Pai e no Espírito Santo. O Espírito Santo, por sua vez, também está no Pai e no Filho. É o Mistério incompreensível para o ser humano que, porém, confia e crê.
Por isso, logicamente, devemos adorar e glorificar o Espírito Santo, que é Deus.

 

 

(Por: Diácono Lombardi)

Compartilhe: