Ir para o conteúdo

segunda-feira, 24 de junho de 2024

Artigos

Eleições na reta final: do esquerdismo, da manobra eleitoral oportunista à traição ao povo

Diante da diferença de água para o vinho entre os perfis, capacidade, competência e honestidade entre os 2 candidatos a Presidência da República, estarrece e assusta como o candidato claramente menos avaliado e despreparado possa ter alcançado volume intrigante de votos.
Um dos fatores evidentes é a manobra sorrateira da ideologia comunista ou socialista em destruir a boa educação escolar, visando aproveitar-se de dificuldade das classes mais carentes perderem a condição de ler, raciocinar e decidir por algo que seja melhor para a coletividade.
Trata-se de postura ideológica das mais covardes para a humanidade, por cultivar um campo de adesões e adeptos facilmente sujeitos a serem enganados, por melhor que haja boa fé. Esse é o perfil de um dos polos de candidatura e do eleitorado.
Outra característica, foi plantada nas últimas décadas ao construir um meio universitário cujas cabeças são “montadas” pela ideologia esquerdo/comunista, com doutrinadores manipuladores do pensamento de nossos jovens.
Tudo armado no sentido de dificultar o diálogo com pais e seniores, com ideias menos realistas, praticamente impedindo que a elucidação da verdade pudesse “atrapalhar” a meta maligna de conseguir eleitorado inocente, iludível e ludibriável, sempre de olho nas eleições futuras.
Resultado disso: todas as categorias de profissionais liberais têm maioria maciça de cidadãos mal preparados para a boa formação técnica e profissional. O tempo necessário para o BEM foi trocado pela deturpação do pensamento correto, certo e aproveitável para as vidas futuras de cada um.
TRATA-SE DE UMA VERDADEIRA TRAIÇÃO AOS ANSEIOS DAS FAMÍLIAS E DAS VIDAS DE JOVENS, FUTUROS CIDADÃOS DA PÁTRIA.
Essa é a marca do PTismo e de todos os partidos anexos, esquerdistas existentes em nosso Brasil.
Objetivos que ficaram claros: deturpação à custa de roubos e rombos na gestão pública e a destruição do ensino. Exemplos? Às crianças o modelo Paulo Freire de verdadeira deseducação das crianças. No plano universitário, a proliferação irresponsável, criminosa e “planejada”, com abertura indiscriminada de escolas superiores.
Vale exemplificar com a sagrada medicina: aumento de 66 faculdades para 356 no prazo de 20 anos, assassinando a qualidade da saúde no Brasil, além das falcatruas por exploradores da saúde e das ONGs solapadoras dos cofres públicos.
Triste exemplo é o nível de ideologização a que foram levadas faculdades da USP, com o carro chefe da gloriosa Faculdade de Direito, de exemplos pelos movimentos recentes do tipo da ridícula Carta pela Democracia.
Lidar com a massa traída pela falta de educação de base, é um preço a ser pago no futuro. Mas é muito triste assistir jovens de boa graduação escolar aderirem-se ao lado flagrantemente desonesto, retrógrado e impatriótico por conta de uma manobra viciada, matreira e programada por gestões que vêm desde FHC, passando pelo petismo.
Mas a esperança recrudesce nos dias atuais em vésperas da eleição. O lado criminoso se mostra a cada dia, de forma chocante, fazendo trazer o indeciso e o eleitor desavisado, mas de boa índole, a comparecer para votar no que é de interesse da Pátria, nitidamente percebível em quem, mesmo não sendo simpático, é a salvação dos bons costumes, da Família, da boa fé e da Liberdade.
Tudo parece “respirar” melhor, conspirando para o bem do Brasil.

 

 

Dr Fauze José Daher
Médico Gastro-Cirurgião
Advogado

Compartilhe: