Ir para o conteúdo

sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Artigos

Eleições a Deputados: candidaturas, apoiamentos e oportunismos

Esse momento é de discussão sobre as próximas eleições gerais (menos prefeitos e vereadores) e, deixando de lado os altos cargos majoritários, passa-se a debater sobre candidaturas de Deputados Federais e Estaduais.
Torna o debate mais focado em áreas que são somatórias (Deputados) ao invés de divisionistas e polêmicas como o seria para cargos mais altos.
O consenso que tem faltado em Barretos, por uma lógica, por óbvio interesse político local e com inteligência, é de se procurar eleger pelo menos um barretense para cada instância parlamentar: Câmara Federal e Assembleia Legislativa.
No lugar desses detalhes intelectivos, tem predominado os vícios de sempre: ambição pessoal desmedida, oportunistas tradicionais e ocasionais e a falta de espírito público coletivista barganhado por interesses pessoais e grupais.
E os casos seguem em desfile, sem até necessidade de se citar nomes famosos. Será que dessa vez teremos senso e escrúpulo para mudar o modus vivendis e operandis em nossa querida cidade?
Acho que a peneira ou o filtro passa por debate desse tipo, no sentido de que as pessoas façam uma auto análise consciente e cada qual sinta até onde vai seu ideal, perspectiva ou chance de se eleger.
Todos os pretendentes devem saber que, ao atuar por vaidade ou interesse serviçal a quem o esteja explorando, muita gente estará de olho no verdadeiro interesse (e nos interessados) sempre escondidos nos bastidores e, como se diz gíria, de olho na “cocada branca”.
Sentarem-se para um entendimento todos os pretendentes, seria o mais inteligente e civilizado. Na impossibilidade disso, vale alertar aos “neo barretenses”, que há 50 anos, já tivemos um Federal e três Estaduais simultaneamente. Casos de Sebastião Monteiro, Benedito Realindo, Nadir Kenan e Salim Tomé, sem contar um querido guairense/barretense o colega médico Dr. Waldemar Chubaci.
E em passado recente, tivemos um atuante e politicamente robustecido, o colega Dr. Uebe Rezeck, que cumpriu sua missão com sobras de conquistas, depois de se qualificar como um dos melhores prefeitos da história de Barretos.
Mas, o que os barretenses (e bem recebidos neófitos) precisam saber é que evidentes e conhecidas figuras tradicionais colocam o interesse de suas empresas na sombra do oportunismo político. Há décadas perdurando exatamente pelo desconhecimento e desinformação dos nossos novos concidadãos e eleitores.
Vale, por ora, eliminar candidatos que não sejam de Barretos e que só vêm “sugar votos e oportunismos, haja vista chegarmos ao cúmulo de termos nossa maior autarquia, hoje explorada por gestor comandado por Deputado de fora, indo ao desplante de rebaixar a fôrça política de Barretos antes conquistadas com muito esforço.
Cabe aos pré-candidatos organizarem-se no sentido do bom senso, do afastamento das vaidades e ambições desmedidas, da visão de não se sub dividirem, inclinando-se ao respeito da maioria da população carente, desinformada e sempre explorada, que é a grande massa eleitora.
Não dá para assistir empresa (antiga) historicamente explorando UNIFEB, Santa Casa, Instituições Religiosas, Grêmio, Rio das Pedras e a cada eleição botar o “olho gordo” nas verbas de campanha, nem que tenha que inventar um candidato sem chance de vencer ou abrigar forasteiros como boa oportunidade futura.
Fugir de oportunistas tradicionais, sendo um deles visto como “traíra” de candidatos a governador e presidente, acostumado a fingir apoio na primeira hora e sempre traindo na chamada última hora do pleito eleitoral.
Cabe ao povo tentar mudar valendo-se de fugir da orientação inapropriada de uma Prefeita que já está apoiando forasteiros por migalhas de benefícios e, ainda, subtratores de algumas velhas conquistas. Ou seja: diminui 2 cidades da região administrativa, “rouba”-nos 3 ou 4 escritórios regionais, impõe empresas “licitadas” na prestação de serviços e ganha o premio de apoio da Sra. Prefeita.
Se é que seja um prêmio ou bom apoio…..
Fica então o apelo de um cidadão absolutamente despretensioso de qualquer pleito eletivo (até, porquê, sem partido) ansioso, como milhares de barretenses, de terem um morador daqui representando os nossos desejos e merecimentos coletivos.
Sempre é tempo….

 

Dr. Fauze José Daher
Médico/Cirurgião e Advogado,
ex-Vereador Constituinte
(ex-MDB, ex-PL e
ex-Presidente do Diretório
Municipal do PSDB)

Compartilhe: