sábado, 28 de novembro de 2020

Artigos

ELEIÇÕES

Bom Dia Barretos.

Agora é o momento decisivo para o futuro do desenvolvimento de nossa cidade. Depois não adianta se arrepender nem lamentar a falta de remédios nos postinhos, nem se escandalizar com os holerites premiados, com os desfalques no instituto da previdência municipal, nem com as licitações dirigidas. Não adianta se assustar com o tamanho da dívida da prefeitura, nem lamentar a falta de água para a população. Ora de eleição é hora de aparecer os falsos profetas, com as promessas mirabolantes e a tentativa de compra da consciência com favores e dinheiro público. Assumir um cargo público exige um grande desprendimento por parte do cidadão que aceita deixar de lado seus afazeres para se dedicar a cuidar ao bem público. O grande número de candidatos em Barretos demonstra que se busca o poder pelo poder, para dele desfrutar e não com a preocupação de realizar o sonho de plantar uma Barretos melhor. O desespero dos atuais detentores do poder em fazer o sucessor, está ligado à necessidade de eleger alguém que assuma o compromisso de colocar uma pedra em cima dos deslizes de um passado recente. O momento da decisão é agora, e não temos o direito de errar mais uma vez. Vamos analisar os nomes, seus passados, seus atos em favor da cidade, como se posicionaram frente aos desmandos recentes, certos de que as benesses agora ofertadas custarão muito caro no futuro que nos espera. Agora é a hora das promessas vãs, dos ataques aos adversários, das notícias falsas, das tentativas de romper acordos e dividir os adversários para conseguirem o poder. Cabe a nós, somente a nós o direito de fechar os ouvidos ao canto das sereias, rejeitar a tentativa de compra de nossas consciências, e fazer valer o nosso direito de ter uma administração mais humana, mais séria e preocupada com os cidadãos. A hora é agora, vamos conversar com os nossos amigos, alertando-os do perigo que nos apresenta a continuidade de uma administração marcada por atos que nos envergonham. Vamos mostrar que apesar das tentativas não irão nos separar, não colocarão uma cunha numa união a favor de Barretos e não comprometida com projetos pessoais e interesses escusos. A hora é agora, que Deus nos
abençoe e o Espírito Santo nos ilumine.

Bom Dia Barretos.

Compartilhe: